“Dark Shadows”

“Dark Shadows”

O Johny Deep não tem cara. Pronto e é isto. Eu não me lembro da cara verdadeira dele. Depois do “Eduardo mãos de tesoura”, do “Turista”… depois de ser o chapeleiro louco, o tal pirata Jack Sparraw, o dono da fábrica de chocolate e agora Barnabas Collins… mas que vida hein?! Nunca é igual em nenhum, é maleável, transforma-se, é gesso ou quê?! Que belas equipas de caracterização. Que belas mãos metem a cara daquele homem numa coisa irreconhecível, que maravilha! Têm a certeza que era ele?

Bom e agora sobre o filme que já quase me ia esquecendo. “Sombras da escuridão” conta a história de Barbanas que foi transformado em vampiro e metido num caixão por vingança de uma bruxa por ele não querer ficar com ela. 200 anos mais tarde ele é despertado e não se reconhece numa era que tem estradas, carros e televisão. Eu pensei que este filme de Tim Burton viesse com mais cenas cómicas aproveitando esta situação bizarra, mas não. Há algumas partes, vá, mas não são suficientes! O filme acaba por andar mais à volta da relação da bruxa com o vampiro que se torna a repetir dois séculos depois, só que com um poucos mais de fantasmas e um lobisomem (ou melhor, lobimulher, palavra que acabei de inventar.) Vale muito a pena pela interpretação do Deep, brilhante como sempre.

 

Deixe uma resposta