Cidade do rock

Cidade do rock

Rock in Rio 2012, dia 1 de Junho foi muito bom. A verdade é que qualquer dia teria sido muito bom.
Estava bem organizado, o recinto é um espaço excelente com bons recursos, animação e muitas ofertas.

Em 2010 estive todo o dia em filas e em concursos para ganhar t-shirts (daquelas que depois só uso…quando é preciso pintar a casa) malas, óculos, chapéus e basicamente tudo o que era de graça vá. Desta vez estive numa única fila e não aguentei até ao fim porque andava um centímetro a cada meia hora (estarei a ficar velha sem paciência para receber coisas de borla?) pelo que decidi que depois havia de comprar um chapéu (sim, estive numa fila por causa de um chapéu, era piroso e amarelo e queria mesmo ter um!)

Já ouvi dizer que a comida era cara, mas foi coisa que não me preocupou pois até para a cidade do rock eu levei a marmita (best friends forever eu e ela).
O que nos levou metade da noite foi mesmo a recolha dos copos pelo recinto, é que somos mesmo amigos do ambiente e… bem, na verdade havia prémios para quem entregasse dez copos de plástico vazios (patrocínio Heineken). Mas como eu ia a dizer somos mesmo amigos do ambiente e acabávamos sempre por deitar os copos no lixo (queridos!)

Relativamente aos concertos (o melhor vem sempre no fim) foram um espectáculo. Os Expensive Soul abriram o palco mundo e trouxeram os êxitos “13 mulheres”, “Dou-te nada” e claro “O amor é mágico”. Seguiu-se a Ivete Sangalo e sim, ele levantou mesmo poeira ao cantar “Sorte Grande”. Adorei o show dela. Maroon 5 actuaram pela primeira vez em Portugal e tiveram um público excelente (claro!). Optaram pelas músicas mais conhecidas “This love”, “Moves like Jagger” ” I won’t go home without you” (das melhores para mim) e terminaram com o sucesso “She will be loved”. Lenny Kravitz marcou o fim da noite numa altura em que muita gente já estava a abandonar a festa e eu só conheci duas músicas dele.

Haverá mais Rock in Rio daqui a dois anos, mas os festivais de verão continuam por ai…

1 Comente

  • cereja
    4 Junho, 2012 17:43

    Eu só tive na fila para uns óculos. Mais nada. Não andei em nada, só ti os concertos e valeu muito a pena!

Deixe uma resposta