Há fins-de-semana que…

Há fins-de-semana que…

 Há fins-de-semana que passam devagar para saborear todos os momentos, que fazem o descanso ser real, onde sentimos que…estamos de fim-de-semana.

Depois há aqueles que passam a correr e mal chega ao domingo já andamos chateados por ‘amanhã’ ser segunda. Hoje numa revista, não me lembro qual, dizia que os sintomas de depressão pré-segunda-feira começam por volta das 16h23 de domingo. Os meus começam mais lá para as 19h26. E portanto, este fim-de-semana foi mesmo dos que passam e nem os vemos… já lá vai e nem me lembro. Há fins-de-semana que não têm nada para contar. Simplesmente passam.

 

Deixe uma resposta