Let’s be “happy together”

Let’s be “happy together”

“Juntando as conversas, constantes, de crise e de que tudo vai mal, um dia resolvemos pôr mãos à obra e tentar. Não temos nada a perder”. A Raquel e o Zacarias acreditaram que podiam ser e fazer pessoas felizes. Como?  Fazendo a coisa mais simples que há. Eles fazem as pessoas sorrir e captam esse sorriso através das objectivas. Depois constroem um filme onde todos os sorrisos fazem com que as pessoas sejam felizes. Dar alegria a alguém, afinal, não é tão fácil?

Não são aqueles filmes iguais aos dos casamentos, não. A ideia é fazer um filme sobre qualquer coisa que seja digna de ser memorável. Até pode ser um filme do animal de estimação, de um piquenique na praia, de um aniversário.”Queremos apenas registar o momento e depois construir um “happy film”. Não queremos poses ou encenações, tudo ao natural é mais bonito e quando as pessoas estão realmente felizes não precisam de fingir”, explica Raquel.

Portanto, não é preciso o sorriso trinta três para ter uma recordação bonita. Basta deixar a Raquel e o Zacarias andarem lá pelo meio que eles tratam estar com atenção no momento certo. Normalmente é o Zacarias que trata da parte do filme e da pós produção. A Raquel vai ajudando nesse processo e faz toda a parte de comercial e de comunicação de que o projecto necessita, agora que está no início. Juntos, criaram a “Happy Together – films about you”, nome baseado na música dos Turtles “So happy together”.

Fotos cedidas pela Happy Together

A ideia surgiu quando ele lhe mostrou um projecto idêntico de uma empresa americana. Pensaram em transformar a ideia de acordo com as pessoas e mercado português. Mas deixaram a ideia arrefecer, até que soltaram o tal grito, aqueles que nos desbloqueia em situações destas “afinal, por que não?!” Ambos, têm óptimos exemplos. O pai do Zacarias sempre foi super activo e empreendedor e o da Raquel está desempregado, mas nunca perdeu a vontade de vencer e tem sempre mil amigos à volta. Como poderiam eles não tentar, não acreditar? “São estas coisas que nos inspiram e nos fazem querer fazer filmes de deixar a lágrima no canto do olho…mas de felicidade”, conta Raquel.

O projecto deles funciona em casa. Ainda precisa de muitos contornos para se tornar naquilo que eles sonham. Ainda está a começar, mas eles estão a tentar contornar a difícil crise que muitos gostam de apregoar, eles estão a fugir à tristeza que tanto tem vindo a manchar a vida dos portugueses, eles estão a tentar a sua sorte cá dentro do seu país. “Queremos fazer dinheiro com isto e penso que há espaço. Quando ouço que as coisas estão muito mal penso: para mim nunca estiveram muito bem, sempre tive de trabalhar para ter e fazer as minhas coisas, por isso para mim está igual.” Mas pode mudar, porque eles ousaram tentar a sorte. E como, no fundo, todos nós desejamos um bocadinho do mesmo…vamos ser “happy together”!

2 Comentários

  • Ana S.
    11 Julho, 2012 10:20

    É uma ideia simplesmente…feliz! Ao Zaca e à Raquel, muito sucesso e força para nunca deixar de acreditar que é possível! 😉 Beijinhos*

  • Anónimo
    12 Julho, 2012 9:20

    :)

Deixe uma resposta