A máquina e eu

A máquina e eu

Odeio máquinas com a mania que mandam mais do que eu. Se eu digo que uma coisa é assim, naquele lugar, daquela maneira, então é porque é.

Os computadores, por exemplo, por que é que teimam em dizer que não, que não é possível… e vêm com avisos estúpidos, enfiados numa janela que não fecha enquanto eu não fizer o que eles querem? E outras vezes nem perguntam nada, fazem as coisas como bem lhes apetece e está a andar.Crianças embirrantes e mimadas é o que são!
E às vezes a culpa nem é das máquinas (probrezinhas!), é do programa, é do sistema, seja do que for… mas isto aqui é como na escola, por causa de uns pagam os outros. E agora, vou reclamar com quem?
Desde quando é que se permite à máquina ser melhor que o Homem?

 

Deixe uma resposta