Times like these

Times like these

Dia de greve geral.
Confrontos em S.Bento, frente ao parlamento.

Muita gente na rua, muita gente a trabalhar, mas todos a lutar à sua maneira por aquilo em que acreditam, todos a lutar da forma que têm, todos a lutar!
E todos a dizer que se importam, que percebem, que merecem mais. Porque todos queremos uma vida onde a esperança não signifique só andar um dia de cada vez. Onde a esperança não seja uma palavra perdida, sem fundo, sem sentido.

São tempos assim, tempos como este que faz Portugal pensar, que faz o mundo pensar.
São tempos assim, são tempos como este…

 I’m a little divided

Do I stay or run away

Live it all behind…

Deixe uma resposta