Carnaval hoje

Já fui capuchinho vermelho. Foi o meu primeiro fato. Foi o mais giro de todos. E fazia questão de levar mesmo bolinhos numa cesta para a minha avó. Depois disso, fui palhaço, fada, princesa, noiva, cigana, espanhola…e em todos eles a minha mãe fazia questão de me fazer uma pinta preta na bochecha, até hoje não sei porquê…

Na escola básica fui de pijama e de punk…duas coisas que davam realmente muito trabalho! Na realidade, eu acho que depois do capuchinho vermelho nunca mais gostei, nem das pinturas, nem dos fatos, nem das cabeleiras, sempre odiei cabeleiras!

Deixe uma resposta