I’m (not) running # 4 – Correr sozinho ou acompanhado?

I’m (not) running # 4 – Correr sozinho ou acompanhado?

Não estou a conseguir acompanhar os treinos dos meus companheiros desta coisa das corridas.Acho que não fui feita para isto, eu bem dizia. Esta invenção das coisas novas pode não ter passado de um devaneio. E, na verdade, ninguém acredita que comecei a correr. Nem eu. Portanto o melhor é fazer outra coisa nova:

Correr sozinha.

Infelizmente não consigo ter os mesmos horários do que eles e portanto não posso ir treinar com eles todas as vezes que combinamos. Ora se treino menos nunca os vou conseguir acompanhar em ritmos, ou seja não consigo permanecer ao lado deles.

A resolução é treinar nos meus horários e isso implica ir sozinha. Mas só assim conseguirei estar à altura deles das próximas vezes. Aproveitei um sol inesperado e calcei-me. Muito rápido antes que a loucura se fosse. E fui correr sozinha. Como os tais malucos que andam aí pelas ruas. A loucura quando quando vem tem que ser aproveitada antes de se transformar em preguiça dando lugar à chamada banha alojada na barriga, pernas ou glúteos.

Não sei o que aprendi com isto. Mas foi, lá está, alguma coisa nova. Nunca tinha sentido esta loucura, só a tal preguiça e aquela sua dolorosa consequência.

 

Deixe uma resposta