O problema das dietas # 2

Não, o problema não é o pacote de bolachas. Também é. Mas não é só esse.

Estava a ler, alegremente, o livro “A Dieta dos 31 dias” e chego à parte dos alimentos proibidos, durante os primeiros quinze dias e emagreci só de pensar. (O que não é mau, emagrecer só de pensar). Tudo bem se eu não comer molhos. Tudo bem se eu não comer batatas (nem gosto!), tudo bem se eu não comer bolo de brigadeiro e mil folhas (Eu disse “tudo bem”? Ao bolo brigadeiro? Enganei-me)

Mas vai daí e passar a não comer pão? Cereais? Frutas? Aí…é sacanagem!!! Quer dizer, uma pessoa já não come croassants com nutella, vai-se alimentar de quê?
E arroz? Alguém vive sem arroz? E massas? Massa é vida!

Confesso que sorri quando li a parte que “comer apenas legumes e verduras dificilmente emagrece…porque não nos deixa ficar saciados por muito tempo”. Embora não perceba bem a diferença entre legumes e verduras. Eu cá chamo-os a todos de “verdes” e alguns até nem sei distinguir porque não passam de folhas. 

Eu nunca consigo seguir uma receita do princípio ao fim. Pronto, eu não consigo seguir mesmo uma dieta ou sequer uma simples receita.Tenho que inventar, trocar as voltas! Ao ler a ementa dos 31 dias, começo a fazer o mesmo, a inventar. Começo a tirar daqui e pôr ali. Quando acabar de ler o livro, vou começar pelo dia da asneira!

 

Deixe uma resposta