Manteigaria

Manteigaria

Há uma espécie de lobby do pastel de nata. Há aquelas pessoas mesmo amantes de pastéis que o escolhem sempre mesmo que tenham uma pastelaria inteira. Há pessoas que chegam até a comer dois ou três e levam para casa em caixas. São uma comunidade. 

São um grupo de pessoas que se insurgem contra mim e me apontam o dedo recriminando este meu gosto tão esquisito que me faz não gostar do bolo mais consensual da terra.  Eu já aqui tinha falado da tragédia que é não gostar de pastéis de nata. É um fardo que eu carrego.

Mas há que admitir duas coisas:

  • A primeira é que é bem engraçado ver como os pastéis são feitos. A Manteigaria fá-los mesmo ali à nossa frente. A preparação da massa. Como a cortam e é como a metem nas formas. Como recheiam. É possível ver o processo todo até ao nosso prato. A Manteigatia é um espaço pequeno há que referir, não tem mesas, é pegar e levar. Mas é um fenómeno. Diz quem gosta e já provou que estes são dos melhores que há! Os mais cremosos e estaladiços de sempre. Melhores que os pastéis de Belém.
  • A segunda é que a massa é muito boa. Atenção por favor! Eu não gosto é do creme especificamente. É mole. Há pessoas que não se importam nada de comer pastéis comigo por ficam a ganhar. Comem a parte de dentro do delas e do meu para eu ficar com a parte de fora (que no fundo é apenas um pedaço de massa folhada). É verdade, sou uma alma caridosa, deixo o melhor para os outros.
  • 2016-04-30 18.17.19
  • 2016-04-30 17.07.40
  • 2016-04-30 17.08.41-2
  • 2016-04-30 17.07.11

Deixe uma resposta