Há um pokémon na minha sala

Há um pokémon na minha sala

_ Já apanhaste pokémons?

Mas estão a falar de quê? Não não estou a perceber nada disto. É pokémons para aqui. É pokébolas para ali. O Ash não era um boneco? E isto não eram desenhos animados? O que é que passa? É o Pokémon Go.

Ah é um jogo.

Pareço maluca a falar disto? Também acho!

A ideia é encontrar os bichos que supostamente estão espalhados por este mundo. Jogamos no telemóvel, que tem que ter gps, para controlar se estamos perto ou longe dos animaizinhos. Ou seja, é ver pessoas pela rua de telemóvel em punho (não a falar para o snapchat mas sim à procura de pequenos seres virtuais)  É ver pessoas de dedo no ecrã a mandar a pokebola para cima do boneco. Confesso que tive grandes dificuldades neste passo básico.

_ E ovos, já tens ovos?

_Ovos? (Estão a gozar comigo!)

Quando já tinha ultrapassado a fase de atirar bolas para apanhar os “coisos”, eis que me informam que o jogo não é só isso. Pois!  Temos, então, de ir às pokéstop, que estão espalhadas em pontos da cidade, pode ser num restaurante, na estação dos comboios, ou num centro comercial, por exemplo. Temos que ir até lá para ganhar os tais ovos que servem para criar novos pokémons que nascerão depois de andarmos alguns quilómetros. Sim, o jogo quer que andemos de um lado para o outro.

Além disto tudo, a partir do nível cinco é possível ir aos ginásios para as lutas entre pokémons. Nada mais, nada menos do que o Ash fazia. Lembro-me do primeiro episódio. Ele acordou tarde e quando chegou junto do professor para escolher o seu primeiro amigo já só sobrava o pikachu, um pokémon elétrico, que ninguém queria, mas que viria a tornar-se o seu melhor amigo e super poderoso nas batalhas. Hoje toda a gente o quer e há já truques para apanhar o pikachu em tudo quanto é lado. No início deste jogo aparecem  Squartle, Bulbasaeur e Charmander. Se os recursarmos algumas vezes, aparecerá o pikachu. Eu não li a notícia antes de começar pelo que o meu primeiro pokémon foi o Charmander que apareceu na minha sala. Bonito! Eu estou mesmo a falar disto? Que se lixe, tinha um Charmander na sala!

_ Já tens o não-sei-quantos?

As conversas entre as pessoas já eram meio esquisitas. Agora acho que vão ficar francamente piores. Temo que o meu próximo grupo no whatsapp se vá chamar “Vou apanhá-los todos”.

 

Deixe uma resposta