Vamos falar de tupperwares?

Vamos falar de tupperwares?

Devia existir um grupo fechado para desabafar sobre tupperwares. Tipo alcoólicos anónimos: Olá eu sou a Andreia e não perco a tampa daquela caixa há uma semana. 

A sério, as únicas pessoas que sabem exactamente fazer a correspondência da tampa com a dita caixa são as mães. E nunca perdem, sabem sempre onde está a porcaria tampa por mais pequena que seja e mais…às vezes têm mesmo um lugar só para as tampas e vão lá diretamente sempre que precisam fechar a caixa da sopa. Além disso, nem vale a pena tentar enganá-las quando devolvemos os tupperwares, elas sabem quais são os delas. Também não vale a pena tentar “roubar” o tupperware giro da mãe, ela sabe que tu o tens.

Não suporto ver os tupperwares com a tampa errada, apesar de nunca saber onde está a certa. Também me acaba com os nervos aquela situação de a tampa não caber, ou seja, foi à máquina de lavar, ficou ligeiramente (muito) torta e portanto não cabe.

Mas a grande questão que assola a maior parte da humanidade (lá está, excepto as mães) é a problemática da arrumação. Caixas dentro de caixas e mais caixinhas para mim não resulta. Não me apetece fazer lego sempre que preciso de preparar a marmita. Mas não há espaço suficiente para ter uma caixa em cada prateleira então parece que os meus armários têm matrioskas lá dentro.

O grande problema surge quando estou sem paciência (tipo sempre) e começo a arrumar as coisas com a pancada da meia noite.Atiro tudo à balda lá para dentro e o truque é fechar a porta do armário muito rápido. Seja o que deus quiser da próxima vez que alguém abrir aquela porta. O que vai acontecer é óbvio. As caixas vão cair todas do armário para fora em cima de alguém e vou ouvir “foste tu que arrumaste isto!”

 

2 Comentários

  • Rititi
    17 Novembro, 2016 13:45

    Bom…. cá em casa acontece exatamente. Eu penso e repenso como é que a minha mãe consegue perceber aquele armário só dedicado a essas caixas maléficas!

  • Kill Your Barbies
    17 Novembro, 2016 23:02

    Grrrr… dá uma raiva! Mas para onde é que as tampas fogem?

Deixe uma resposta