Natal no blog: o dia

Natal no blog: o dia

Natal é família e amizade. Natal é reunião e partilha. É festa e alegria. É comer e é beber.

O natal é decorar a casa. É preocuparmo-nos com aquele cantinho onde vamos construir a árvore. E que depois nos vai parecer tão vazio o resto do ano. É ir buscar a árvore à arrecadação e arrastá-la até casa. Natal é comprar enfeites novos e procurar a estrela. É encher o chão de brilhantes e coisinhas verdes que caem da árvore. É depois ter por perto uma vassoura para limpar tudo.  É colocar velas com cheiro, é meter um enfeite especial na porta.

Natal é ir comprar presentes para as nossas pessoas especiais. É fazer uma lista, é procurar ideias, é preocuparmos-nos em agradar a alguém. É carregar sacos, é tirar papel de embrulho do continente e passar o serão a fazer embrulhos. E depois distribuí-los de casa em casa, ser eu mesma o pai natal de alguém. E imaginar durante dias a cara das pessoas ao recebê-los.

Natal é fazer bolos. Há muito tempo que o meu dia 23 à noite é passado a fazer coscorões. É a tradição da minha família. É passar o dia 24 de portas abertas. É estar numa azafama entre o bolo-rei e os sonhos. É ver as couves na água a ferver mesmo que depois não as vá comer. É sentir cheiro do bacalhau na travessa. É ter a mesa posta com todos lá sentados à volta. A minha imagem preferida.

Natal é espectáculo. É fazer teatros, é cantar. É os primos e os irmãos a representar. E os pais, tios e avós a assistir. É brincar connosco próprios. É ver fotografias e vídeos de há vinte anos. É sorrir de saudades. No início era só eu que cantava. A minha mãe ensinava-me músicas. Depois levei a minha irmã e os meus primos a fazer grandes espectáculos de natal para a família com direito a ensaios durante semanas e bilhetes pagos e tudo. O momento do ano. O meu momento preferido. Temos artistas na família. Pelo menos nós achamos que sim e isso interessa muito. Natal é recordar outros natais. Mesmo quando não há espectáculo é um espectáculo, estão a ver a ideia?

Natal é a noite. É jantar e brincar. E chegar à cama de sorriso rasgado por gostar tanto desta família e destas nossas tradições e da forma como vivemos isto. Natal para mim foi ontem.

Ah, mas esperem… é hoje também. Feliz Natal!

 

1 Comente

  • Green
    26 Dezembro, 2016 16:18

    São esses momentos que valem a pena e que fazem o Natal valer tanto a pena. Ainda bem que o teu foi bom 🙂

Deixe uma resposta