Restaurante | Forneria

Restaurante | Forneria

Tenho um problema com restaurantes italianos. O problema é que os adoro a todos. Na outra encarnação devo ter sido italiana. Só pode. Nunca vi pessoa tão esquisita com comida que gosta de tudo quanto é massa, risotto e pizza como eu. Posto isto, ando sempre à procura de italianos novos.

Nas minhas buscas, encontrei o Forneria, no Parque das Nações, com uma classificação bem boa em tudo quanto era sítio. Tive que ir lá ver, comer e essas coisas todas. Comecemos pelo espaço. É muito agradável. Não muito grande porque tem apenas uma sala, mas muito acolhedor e confortável. Eu prezo isso num restaurante. O forno de lenha está ali à vista de todos o que já vem sendo hábito neste género de restaurantes. Depois, é de referir que os funcionários são muito atenciosos e simpáticos.

Fui lá no dia dos namorados, havia uma menu especial mas eu preferi escolher à carta. Aceitei apenas a oferta do espumante com frutos vermelhos. De entrada pedimos um pão de alho com massa de pizza, alecrim e azeite muito simples e saboroso que vem em massa de pizza.

Temos um trato, eu e ele. Quer dizer, eu acho que é um trato, porque fazemos sempre isto, já mesmo inconscientemente. Ele pede pizza e eu peço massa. E depois trocamos. Assim provamos as duas coisas. Sendo que eu prefiro sempre a massa. Depois tenho outro problema. Como expliquei aqui, eu adoro massa e em especial carbonara. E peço quase sempre isso em todos os restaurantes, é uma parvoíce, mas é quase como se andasse à procura da melhor carbonara da minha vida. Quando eu sei exactamente qual é e onde é que ele está. Está lá em Itália, em Veneza, mais precisamente. Já a comi e nunca mais me esqueci dela.

O problema da maior parte das carbonaras é a quantidade de natas que levam, que fazem com que nem sejam bem carbonaras. As verdadeiras têm muito menos nata e muito mais ovo. A carbonara do Forneria é muito boa. É até das melhores que provei por cá. Não enjoa e sabe muito bem. A pizza é a pizza normal feita em forno de lenha.

A sobremesa que escolhemos para dividir foi Pannacotta de nutella. Eram boa, mas quando se fala de nutella há sempre um “mas” se ela for pouca. Era o caso. Esta sobremesa merecia que tivessem posto um pouco mais de nutella. Tinha muito pouca e praticamente só sentimos o sabor da Pannacotta.

O balanço final é positivo, o ambiente é muito agradável, a carbonara ganhou espaço no meu coração e já sei que da próxima vez só tenho que pedir para abusarem da nutella.

Deixe uma resposta