Concerto Bruno Mars

Concerto Bruno Mars

Bruno Mars esteve na área gente! E deu um show. That’s what I like, that’s what I like! Foi um espetáculo de música e dança que valeu imenso a pena. Às vezes esquecemo-nos da essência de um concerto. Não foram precisos efeitos quase nenhuns porque Bruno Mars canta e dança muito. Aliás canta e dança tudo!

Foi um típico concerto à antiga mesmo. Com coreografias bem ensaiadas e muitas cordas vocais. Sem meninas nos coros. Pelo contrário eram homens que cantavam e dançavam também. Bruno Mars mostrou que poucos bastam para fazer um bom espetáculo. Músicos e dançarinos interagiam perfeitamente uns com os outros. Foi demais.

Bruno Mars além de dançar o tempo inteiro não parou de cantar nem quando já pingava suor. A mim também já só me faltou beber strawberry champagne all night porque dancei, cantei e pulei o concerto todo. Desde as músicas novas, passando por Marry you ao som de guitarra elétrica e pelas as icônicas Grenade e Locked out of heaven só faltou mesmo Lazy song. Mas o momento da noite, para mim, foi quando Bruno emocionado cantou When I was your man e quando todo um Meo Arena de luz acesa cantou a plenos pulmões “Cause you’re amazing just the way you are”!

Adorei o concerto, foi realmente um ótimo trabalho de um cantor muito completo a todos os níveis. Mas no final chego a uma conclusão. Hoje em dia nós vamos aos concertos para os registar. Aproveitamos muito pouco. Tiramos fotografias, fazemos vídeos, publicamos fotos no facebook, fazemos diretos para o instagram. E depois quando vamos ver essas fotos? Quando vamos ver os vídeos que gravamos insistentemente? Para quê passar o concerto inteiro de braço no ar sem ser para bater palmas? Não nego que também o fiz em alguns momentos e por isso mesmo estou a refletir sobre isso. É que eu já tenho um metro e sessenta (quase do tamanho do Bruno Mars) e aquilo que consegui ver dele foi já em bicos dos pés porque na minha posição normal o que eu via era isto:

Deixe uma resposta