I’m (not) running 20 # Corrida sempre mulher

I’m (not) running 20 # Corrida sempre mulher

Nas provas organizadas há sempre a versão corrida e a versão de caminhada. Às vezes a caminhada tem uma distância mais curta do que a corrida. A corrida da mulher são cinco quilómetros, dos Restauradores ao Saldanha e voltar para trás. A caminhada é exatamente o mesmo percurso. Ontem decidi ir caminhar.

A caminhada é totalmente diferente da corrida como devem imaginar. Mas não é obrigatoriamente mais fácil nem está isenta de dores. Vejamos, a corrida obriga a um exercício de respiração muito mais controlado e tem uma exigência a nível de cardio muito maior. Na caminhada, ao menos, consigo falar. Na corrida dói-me a parte da frente das pernas e na caminhada a parte de trás. Portanto as modalidades trabalham músculos diferentes, não se pense que caminhar não presta, pelo contrário faz muito bem na mesma.

Nesta prova os custos revertem para a luta contra o cancro. A corrida é exclusiva para as mulheres e a caminhada aberta a todos. Mas claro, a maioria dos participantes são mulheres e lá vão elas… vestidas de cor de rosa e de balão na mão, a desfilar, todas pimponas, a dar tudo na Avenida em manhã de sol.

Bem disposta cheguei a casa e achei apropriado ocupar a tarde a limpar o pó, a fazer a cama de lavado, a arrumar as prateleiras da cozinha, a meter roupa a lavar e fazer as marmitas da semana. O domingo é normalmente um dia cheio para mim e, ao contrário do que devia, é um dia cansativo, com muitas coisas para fazer. Mas depois do exercício feito, da casa limpa e da comida organizada senti-me descansada quando por fim cheguei ao sofá. Boa semana a todos!

1 Comente

  • Cris Loureiro
    3 Abril, 2017 17:22

    Se fosse eu também optava por caminhar ♥ tiveste um dia cheio mas, tenho certeza, com sensação de missão cumprida 😉

    Beijinhos
    Cris

Deixe uma resposta