Romeu e Julieta

Romeu e Julieta

Alguém já leu um livro de Shakespeare em menos de duas horas? Eu já.

A nova colecção da Guerra e Paz “Os livros estão loucos” pretende isso mesmo. A ideia é devolver aos jovens o gosto pela leitura dando aos grandes clássicos uma nova voz, mais moderna e criativa. Neste “Romeu e Julieta” não se encontram palavras há séculos perdidas e que ninguém vai compreender sem um dicionário ao lado. Não há espaço para descrições maçadoras, não há tempo sequer para ter vontade de pousar o livro. A ideia aqui é contar a história de forma simples, rápida e com as palavras de hoje, recorrendo a efeitos visuais fora do comum.

img_9758.jpg

Eu nunca li o Romeu e Julieta (pois!) e o que sei da história é o que toda a gente sabe. Duas famílias desavindas, dois jovens que se apaixonam e a tragédia final. Se há história que não acaba com um final feliz é esta. Não me venham coisas que toda a gente sabe como é que eles morrem, ok?

Tive curiosidade de ler este livro para ter a experiência de uma miúda de 14 anos. Dei por mim a virar o livro ao contrário porque ele assim o exige. Letras grandes a entrar dentro da história, páginas desenhadas e duas adolescentes a interromper a narrativa e fazer perguntas, mas por que raio uma rapariga de 14 anos tinha que ser obrigada a casar? Para mim o ritmo do livro foi demasiado rápido, eu queria mais história, mais pormenores, afinal ninguém se apaixona e casa quase no mesmo dia! Para mim faltam detalhes mas lá está eu já não sou uma jovem sem paciência para livros (eu disse que já não sou uma jovem?! Menos, Andreia!). Em mim este livro teve o efeito contrário, eu agora quero ir ler a história original. Oh vida!

img_9756.jpg

Para os adolescentes que não têm paciência para leituras (nem para nada nesta vida) está mais que bem pensado. Todos sabemos, e não é de hoje, que entre tablets e telemóveis os mais pequenos estão a perder cada vez mais os hábitos de leitura. Não podemos deixar que a magia das histórias deixe de fazer parte do seu imaginário. Há que lhes devolver o cheiro das páginas.

_ Então te movas, enquanto os meus lábios recolhem o fruto dos meus pedidos e se livram de pecados.

E rouba-lhe um beijo.

_ Mas assim os teus pecados passaram para os meus lábios.

_ Oh, isso é que não pode ser. Devolve-me os meus pecados.

 

11 Comentários

  • Inês
    13 Junho, 2017 13:51

    Não conhecia a coleção. A capa está linda e adoro as letras enormes nas páginas de dentro :)

    • Andreia Moita
      13 Junho, 2017 15:22

      A coleção está mesmo um espetáculo! Bjs obrigada pela visita!

  • Melhor Amiga
    14 Junho, 2017 17:18

    eu embora adore ler, nunca li o livro…

    • Andreia Moita
      14 Junho, 2017 19:38

      Eu também adoro ler e às vezes sinto que, com a pressa, deixo passar os grandes clássicos. Bjs

  • The Brunette’s Tofu
    19 Junho, 2017 17:45

    Opá esse livro é um amor. Adoro a nova estética. Beijinho

    • Andreia Moita
      19 Junho, 2017 20:57

      É um encanto. E o projeto em si é de louvar porque é necessário meter os mais jovens a ler.
      Bjs

  • O Cantinho da Fia
    20 Junho, 2017 15:59

    Eu adoro romances, mas também nunca li o livro. Agora despertaste-me curiosidade e acho que vou direta ao original 😉
    Beijinhos

    • Andreia Moita
      20 Junho, 2017 18:40

      Também fiquei com a pulga atrás da orelha para ir ler o original, fiquei, fiquei!

  • Catarina Gralha
    30 Junho, 2017 16:29

    No teu texto dizes: “Para mim o ritmo do livro foi demasiado rápido, eu queria mais história, mais pormenores, afinal ninguém se apaixona e casa quase no mesmo dia!”. Li o livro original e vou-te desiludir: não é muito mais do que isso! Eu li Romeu e Julieta em inglês numa viagem de comboio entre Lisboa e Porto (portanto não foi em duas horas mas foi pouco mais do que isso) e no final fiquei com a sensação de que praticamente tudo o que se diz sobre Romeu e Julieta está errado. Não é uma grande história de amor, são só dois miúdos parvos. Mas isso é a minha perspectiva, amantes de Shakespeare que me perdoem. De qualquer das formas, esse livro parece bem engraçado, e sem dúvida que deve motivar os mais novos a ler.

    • Andreia Moita
      30 Junho, 2017 17:50

      O que?? Oh meu Deus! Toda uma vida enganada! Ahahah, agora tenho mesmo que tratar disso e acabar com esta ignorância. Adorei a tua visão de serem dois miúdos parvos. (A sério? É mesmo assim, tão rápido?) bjs

      • Catarina Gralha
        30 Junho, 2017 21:25

        Lê e depois trocamos impressões. Pode ser que gostes mais do eu 😀

Deixe uma resposta