Nicolau

Nicolau

Há muito tempo que queria conhecer o Nicolau e provar aquilo que até então só tinha visto em fotografias. Andei a falar disto durante tempos infinitos. Eu sou assim, enquanto não vou onde quero nunca mais me calo. Chega a roçar a chatice para quem me ouve. A roçar não. É chato mesmo.

Num sábado de sol mega quente fui em família para o brunch do Nicolau. Esganados de fome lá chegamos e estava cheio de gente. Eu disse logo que se tinha gente é porque era bom. Mas se há coisa que me chateia nesta vida é ficar à espera para comer. A pessoa tem fome e tem que ficar ali a ver passar coisas bonitas sob pena de deixar cair um pouco de baba para cima do prato de alguém. Mas também não me apetecia desistir agora que tinha chegado ali e visto aquele bom aspecto, percebem?

img_0776.jpg

img_0726.jpg

De maneira que metemos o nosso nome da extensa lista e fomos dar uma volta. O Nicolau fica na rua de São Nicolau, no número 15 portanto estávamos no meio de Lisboa e não era difícil deixarmo-nos perder nas ruas da baixa. Foi neste dia que aproveitei para tirar algumas das fotos que deram origem ao post Janelas de Lisboa.

img_0730-1.jpg

Quando houve lugar para nós entramos quase a correr. E descobri um sítio lindo. Eu já tinha andado a espreitar lá para dentro porque tinha curiosidade. Mas depois sentei-me e não parava de olhar em volta. Eu acho que um sitio tem que saber cativar as pessoas. É claro que o saber levá-las pelo estômago é essencial, mas também é preciso saber fazer a apresentação dos pratos e a decoração do espaço. Convenhamos, essas coisas também enchem medidas e fazem toda a diferença na hora de lembrar um espaço ou indicar a alguém. Quanto às comidas, que eu já tinha visto a passar, além do aspecto, também vinham em loiças super bonitas, fiquei logo a delirar. Agora ali sentada estava boquiaberta com o espaço bonito que era.

img_0749.jpg

img_0745.jpg

img_0763.jpg

img_0742.jpg

De seguida constatei que os empregados eram simpáticos e prestáveis e o principal dos principais…a comida era óptima! Escolhi o brunch que tinha incluído sumo de laranja, uma torrada de pão escuro com abacate e picante ou salmão fumado e queijo. Eu escolhi a de abacate, claro. Que boa! De seguida um iogurte natural com granola e frutos e por fim uma panqueca com topping à escolha. Óbvio que escolhi Nutella, é que nem consegui pensar em mais nada quando ouvi este nome. Eu sei, está cheia de açúcar e coisas malignas, mas olhem, já foi! Nem pensei mais nisso.

img_0770.jpg

img_1081.jpg

img_1083.jpg

Sai dali a rebolar. Nossa senhora que comida boa. Fiquei mesmo satisfeita. E fui fazer uma caminhada até ao Terreiro do Paço e a toda aquela zona ribeirinha. Não têm planos para este fim-de-semana? Não tinham. Agora já têm.

img_0778.jpg

2 Comentários

  • A casa da Branca de Neve
    21 Julho, 2017 20:44

    Tenho que o por na minha lista de sitios onde ir quando for a Lisboa, tem tudo tão bom aspeto e o espaço em si parece maravilhoso.

    • Andreia Moita
      21 Julho, 2017 21:44

      É mesmo bonito. A comida é óptima mas o espaço também conta. 😃

Deixe uma resposta