Conversa com a Gisèle e um bolo na caneca

Conversa com a Gisèle e um bolo na caneca

Hoje de manhã acordei e enquanto me espreguiçava caminhava para a cozinha bem devagar. Adoro manhãs em que me posso demorar. Olhar para a despensa, percorrer as prateleiras. Escolher o que vou comer. Não gosto de repetir pequenos-almoços, hoje não queria comer o mesmo de ontem. 

Escolhi uma caneca das bonitas. Tenho a mania das canecas. Sabe melhor quando são bonitas. Juntei alguns ingredientes e meti no microondas. Este meu bolo na caneca é uma receita da Gisèle, do blog adietados365dias que ela partilhou comigo e convosco. Mas não é só isso. Enquanto fazem o vosso bolo, e depois o vão partindo em bocadinhos para arrefecer, aproveitem para ler a conversa entre nós as duas. Metam uma música gira e acompanhem com um chá frio.

A Gisèle é nutricionista e tem, a par da sua atividade profissional, este blog onde partilha receitas saudáveis e acima de tudo fáceis de fazer para nós, comuns mortais, sem tempo para grandes cozinhados mas com interesse na saúde e bem estar do nosso corpo.

Comecei por lhe perguntar acerca deste interesse todo à volta da alimentação. Hoje em dia, as pessoas ouvem falar de um alimento que faz bem e correm a provar. O aparecimento de blogs, redes sociais e pontos de venda especializados em produtos alimentares saudáveis incrementou o interesse das pessoas e hoje estamos rodeados de informação neste sentido, o que às vezes pode parecer um pouco confuso. O segredo é saber separar a informação e selecionar aquela que melhor se adapta a nós, ao nosso organismo e estilo de vida.

1. Como nutricionista, qual é a tua opinião acerca deste boom dos últimos anos à volta da alimentação? 

Finalmente aconteceu! A nutrição/alimentação está na primeira linha no que toca à prevenção de doenças e conservação de uma boa saúde. Foi um caminho lento, com pequenos passos, mas sem dúvida que a internet veio dar o impulso final. Agora só se fala de comida, e ainda bem! Muitas pessoas começam a procurar-me não só pela necessidade de emagrecer/engordar, mas por quererem aprender a comer, educar-se do ponto de vista nutricional, e isso é tão bom!

2. Com o aparecimento de novos ingredientes (como por exemplo os super alimentos) sentes que as pessoas estão confusas deixando-se ir atrás de tudo o que de novo surge e às tantas já não sabem o que comer antes/depois do treino ou antes de deitar (como eu, ahah) ou que estão cada vez mais esclarecidas e mais interessadas em comer bem pelo prazer de ter um corpo saudável, em vez de apenas magro?

A moda do magro já lá vai. Agora estamos na onda “fit e saudável”! Mas a verdade é que há demasiada informação e parece haver a necessidade de todos os dias se inventar algo novo. Não tem de ser assim. A base deve ser uma alimentação saudável, variada e sustentável, e a introdução de todos estes novos super alimentos feita com cuidado e ponderação, analisando cada caso e as necessidades de cada um. Nunca esquecer que, todos estes novos produtos não têm estudos a médio/longo prazo sobre o efeito no nosso organismo, pelo que o seguro é moderação, em tudo! O próprio pre/pós treino vai depender da intensidade e frequência de treinos. Isto da nutrição no desporto tem alguns “floreados” desnecessários, há que dizê-lo. Sobretudo quando se quer
perder peso, menos é mais! É muito enriquecedora também a partilha que tanto vemos de pessoas em processo de mudança! É inspirador. Mas uma vez mais alerto, cada caso é um caso, procurem ajuda, sejam acompanhados, é mais seguro!

Depois desta parte mais informativa, é de conhecer melhor a rapariga por trás deste blog. O que ela gosta mais de cozinhar, com que alimentos se identifica e como se organiza enquanto blogger.

3. Sou fã dos teus pequenos-almoços. Qual é a tua refeição favorita e aquela na qual investes mais, trabalhas mais, pesquisas mais? 

Sem dúvida o pequeno-almoço! Adoro começar o dia com uma refeição bem rica e saborosa, e partilhá-la com vocês em primeiríssima mão! E é sem dúvida onde a criatividade me flui mais. Acordo muitas vezes uma hora ou duas mais cedo para ter tempo de cozinhar, fotografar, publicar e … comer, claro!

4. Desafio: Diz-me três ingredientes que podiam definir-te como pessoa pelas suas caracteristas.
Cafeína: não paro!
Ameixa: de verão, sou pessoa de sol e calor
Chá verde: Ajudo as pessoas a emagrecer (eheheh)

5. Um blogue de alimentação como o teu exige muito tempo, exige planeamento, e muitas vezes existe comer tudo frio porque comida demora tempo a fotografar, não é?! Eheh. Como organizas os teus dias para escrever e cozinhar e o que te dá mais prazer partilhar com as pessoas?

Sim!!! É verdade, e é pior quando o tempo está frio, aí volto mesmo a aquecer a comidinha. É uma gestão bem difícil, mas quem corre por gosto não cansa. Não consigo dividir para já o tempo entre blog/consultórios porque tenho muita gente em consulta. Trabalho para o blog sempre que dá. Sou da política “fazer o que tem de ser feito” nem que me custe algumas horas de sono ou de fim de semana. Mas amo o que faço. O grande motivo de criar o blog foi “se eu até percebo disto, porque não partilhá-lo e tentar chegar a mais gente?”

Depois da conversa é chegada a hora da esperada receita. Não se esqueçam façam dieta 365 dias. Que é como quem diz, não façam dieta. Façam sim uma alimentação saudável todo o ano e nunca precisarão de fazer um único dia de dieta. É mais ou menos o que se diz sobre o trabalho, não é? Procurem um trabalho que gostem e não terão de trabalhar nem um dia. Eu não lhe fiz esta pergunta, mas tenho a certeza que é esta a mensagem que a Gisèle quer passar com o blog dela. Que não devemos fazer dieta mas sim habituar o nosso corpo a ter um estilo saudável e sem fundamentalismos. Passem lá e descubram mil outras receitas perfeitas como esta.

Receita de bolo de cacau na caneca

  • 1 ovo
  • 2 colheres de sopa de farinha de aveia
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
  • 1 stick de stevia
  • 1 colher de café de fermento em pó
  • 3 colheres de sopa de água morna

Colocar todos os ingredientes numa caneca larga e funda e bater até obter uma massa homogénea. Levar ao micro ondas por 2 minutos e meio (o tempo pode variar conforme o aparelho, aconselho sempre a colocar 2 minutos, ver como está, e acrescentar mais uns segundos se necessário). E, está pronto!

 A Gisèle serviu o dela com iogurte grego de maracujá e farinha de amêndoa e complementou com uma fruta. Afinal o pequeno-almoço deve ser bem recheado.

bolo caneca gi

E eu servi o meu com iogurte de framboesa da alpro e alguns frutos secos.

Escolhemos esta receita por ser de simples confecção e para mostrar que não é preciso muito tempo e trabalho para comermos bem. Se a moda do magro já lá vai, a desculpa do não tenho tempo também já era. Cinco minutos chegam para fazer este bolo e… comê-lo. Isto, claro, se não forem como eu e a Gisèle e ficarem a maior parte do tempo a tirar fotos!

4 Comentários

  • Gisele Magno
    4 Setembro, 2017 11:18

    Sabes o que é o melhor de toda esta nossa partilha? Sentir que a mensagem do meu blog passa para as pessoas, a tua conclusão fimal é exatamente a minha filosofia. Hábitos de vida e não dietas!
    Adorei ler o artigo, adorei a nossa conversa e adorei o resultado final da receita.
    Só te posso dizer um grande obrigada, e continua, vais longe! ❤❤

    • Andreia Moita
      4 Setembro, 2017 11:28

      Não te quis perguntar pelo nome do blog precisamente porque achei que conseguia sentir a tua mensagem. Fico feliz que tenha sido assim. Tens aí um belo projecto com tudo para dar certo! Vai dar! Eu sou cliente. Eheh. Beijinhos e obrigada pela partilha e pelas palavras de carinho. Bjs

  • Jéssica
    4 Setembro, 2017 17:42

    Tem um bom aspecto!
    Beijinhos, http://damselme.blogspot.pt/

  • Ana
    5 Setembro, 2017 22:16

    Fiquei a babar!

Deixe uma resposta