O melhor de Setembro

O melhor de Setembro

Anda sempre toda a gente à espera de Setembro, que é o mês dos recomeços, do regresso às aulas ou ao trabalho depois das férias e agora puf, já veio e já se vai. Apesar de ser um mês grande acho que passou a voar, deve ter sido das coisas que aconteceram.

No último dia de Agosto fui a um jantar de bloggers para marcar o dia do blog. Há um certo principio entre as bloggers, que todas cumprem, sem grande esforço, que se traduz em fotografar comida e depois comer tudo frio. Foi isso que fizemos nessa noite. Isso e rir bastante de tudo e de nós mesmas. A verdade é que estar com aquelas miúdas, que conheci em Junho no Bloggers Camp, é sempre um boost de energia e comecei o mês de Setembro muito inspirada.

Destralhei algumas coisas cá em casa depois de ler o livro “Destralhe a sua casa” e para ser sincera ainda queria destralhar mais, tenho ainda umas ideias nesta cabeça de coisas que podiam desaparecer, mas destralhar é uma arte de desapego e isso é uma coisa que tenho vindo a fazer de forma meio lenta e portanto há que respeitar o processo.

Setembro foi o mês das comidas e das pessoas

Acabei de inventar o exercício de nomear cada mês. Dar-lhe um nome com aquilo que mais me marcou. Às vezes podemos achar que não nos acontece nada de importante nunca, mas isso é porque estamos à procura de coisas extremamente complexas e significantes. Na verdade podemos encontrar nas coisas mais simples alguma coisa só nossa. E então eu nomeio Setembro o mês das comidas e das pessoas.

Conheci alguns sítios novos a nível de alimentação. Fui jantar ao El Clandestino que serve comida mexicana e eu adoro. Como esquisita que sou ninguém quer crer que eu goste deste tipo de comida mas a verdade é que adoro mesmo. E é bastante boa neste restaurante que tem um ambiente de facto clandestino, meio escuro para dar a ideia de que está meio perdido mas está só ali no Príncipe Real. Também passei para almoçar no restaurante A Praça que fica no Lx Factory e tem um ambiente e decoração completamente fora do normal tal como os pratos.

Restaurante A Praça
Restaurante A Praça

Depois ainda ao nível da comida tive o prazer de visitar o Dear Breakfast que serve tostas de abacate mega boas e ainda a gelataria Fragoleto, na Baixa, que nos dá a provar sabores fora do comum como leite de cabra, spirulina ou maçã canela (que foi o meu preferido).

E é o mês das pessoas porquê? Porque estive com pessoas fantásticas aqui do mundo dos blogs em algumas ocasiões. Uma delas foi a Kéke que está na linha da frente com a criação da sua empresa a Right Buddy que é apresentada hoje, na Terra dos sonhos. Saibam tudo aqui.

Depois tive a oportunidade de ir ver em ante estreia o filme Vitória e Abdul com um grupo de bloggers espetaculares que me acompanharam a tomar um chá, a convite da STW e da Nos. Depois disso fiz uma receita com manga que era o desafio que estes nos propuseram. Vejam lá no link se me saí bem! Já não vou ao cinema há algum tempo e soube me muito bem estar outra vez junto ao grande ecrã. Além disso, ao nível das artes, fui ao teatro, finalmente. A peça Avenida Q é um refresco no dia de qualquer pessoa, eu por mim ia ver mais vezes e tudo.

Leituras e passeios

Li menos livros este mês porque andava ocupada com os posts aqui para o blog e com o site do Blogging for a cause. Li menos mas li. Um deles foi o “Ser blogger” e fiz a review aqui e o outro vai servir de pano de fundo para a próxima receita do projecto Páginas Salteadas por isso ainda não posso dizer. Ainda antes de acabar o mês fui ao clube de leitura da Sónia do Cocó na Fralda e fiquei a conhecer mais uma série de pessoas e livros com histórias com potencial. O Retorno foi o livro que me deixou mais curiosa de ler, alguém recomenda por aqui?

No entanto, não é só nos livros que descobrimos mundos fantásticos por isso deixo-vos aqui um texto muito útil da Raquel do blog Meek Sheep sobre a revista Flow, é sempre bom descobrirmos coisas novas através de opiniões sinceras. E depois este texto da Filipa do blog Deixa Ser que li e adorei mesmo o significado dele, fez-me mesmo sentido. Aproveitem e viajem lá pelos blogs delas que valem super a pena.

E por fim, vamos falar dos passeios que dei que obviamente me deixaram encantada. Podem ver aqui o roteiro de dois dias por Coimbra e aqui o passeio pelos jardins do Bacalhôa Buddha Éden.

Buddha Éden
Buddha Éden

Portugal dos Pequenitos, Coimbra
Portugal dos Pequenitos, Coimbra

A revelação do mês

Por fim… o mês das pessoas porque me juntei à Joana, à Catarina, à Helena e à Vânia para criar o Blogging for a cause. Já andávamos a planear isto há algum tempo em segredo, mas Setembro foi o mês escolhido para vos revelar que estamos a preparar um evento 100% solidário a favor de cinco associações e com workshops durante uma tarde inteira. E esta é a grande novidade do mês. Eu sempre quis criar alguma coisa e sinto que me juntei às pessoas certas e com o propósito certo. Sempre que damos algo aos outros acabamos por ganhar alguma coisa também, disso tenho a certeza. Podem ler tudo o que me motivou e tudo o que vai acontecer no dia 25 de Novembro neste post.

Blogging for a cause
Blogging for a cause

Termino esta reflexão sobre Setembro recordando um texto que escrevi recentemente sobre o que é despertar, para o projecto Palavras quase perfeitas. E de facto acredito que um dia despertaremos para aquilo que nos faz feliz. Um dia seremos capazes de acordar do sono profundo em que andamos no correr dos dias e aí seremos mais completos, quando finalmente despertamos para as nossas paixões e as mantivermos activas nos nossos corações e nas nossas vidas.

Que Outubro traga mais surpresas e despertares bons.

4 Comentários

  • Green
    30 Setembro, 2017 15:14

    Tanta coisa boa que Setembro te trouxe, que Outubro seja igualmente recheado de coisas boas :)

    • Andreia Moita
      30 Setembro, 2017 21:31

      É verdade. Muito obrigada! Que seja feliz também para ti. Bj

  • Filipa Maia
    1 Outubro, 2017 22:01

    Oh, Andreia, obrigada! Estou mesmo feliz por teres recomendado o meu artigo =)
    Ainda não foi desta que fui ao clube de leitura da Cocó. Estás a pensar ir ao próximo?
    Beijinho*

    • Andreia Moita
      2 Outubro, 2017 8:00

      De nada Filipa.
      Sim, eu sempre que tiver horário irei, é uma forma excelente de encontrar livros novos comentados “ao vivo”!
      Beijinhos

Deixe uma resposta