Dear breakfast

Dear breakfast

Estou a adorar esta saga nova de conhecer os sítios mais badalados ao nível do brunch. Como o pequeno almoço é a minha parte preferida do dia, visitar estes novos sítios cheios de comidinha deliciosa tem se tornado um bocado um hobbie para mim.

Ir ao Dear Breakfast, confesso, foi ideia da Kéké. Ela só me leva por caminhos do bem e este foi mais um, mas tenho que admitir que não foi fácil lá chegar. Só mesmo em duas cabeças sonhadoras, como as nossas, é que passa a ideia de que é fácil ir para o centro de Lisboa num dia de semana, de manhã! 

O Dear fica em São Bento, numa rua meio escondida no meio da azáfama do dia. Aqui encontramos a agitação do parlamento, as ruas em obras, pessoas a passar de um lado para o outro, atrasadas para o trabalho por certo, outras carregadas com sacos e compras vindas da mercearia lá do bairro e, claro, os turistas que passam fascinados com todo este rebuliço.

No meio das ruas, já envelhecidas da cidade, lá se vê a porta pequenina do Dear Breakfast. O que me cativou logo à entrada foi o espaço “clean”. Eu já vos relatei que gosto de espaços brancos. Aqui há paredes brancas simples com plantas verdes de encanto. É um espaço arejado, pouco cheio, com decoração minimalista. Aqui as janelas são grandes e estão abertas. As mesas ficam lá estrategicamente colocadas para poderem receber a luz que vem de fora. E toda a gente sabe que a luz de Lisboa é a melhor do mundo. E o melhor de tudo é o aproveitamento do espaço antigo, que já existia. Os funcionários são bem simpáticos e disponíveis. Precisei da ajuda deles para dar indicações à Kéké e foram cinco estrelas connosco.

dear breakfast

dear breakfast

dear breakfast

Tenho que dizer que adoro o nome Dear Breakfast porque combina muito com este lugar. Tudo ali é simples portanto não precisavam de ter um nome rebuscado.  O que é preciso é que fique no ouvido. O pequeno-almoço é a minha refeição querida, e acredito que a de muita gente também, portanto chamar-lhe isso mesmo é a coisa mais inteligente que consigo imaginar.

Mas passemos ao ponto fundamental da coisa. Que nós fomos lá foi para comer. E fotografar comida. Podia fazer disto vida, digo-vos já. Pedimos uma tosta de abacate, tomate e cherry e rabanete. Esta é a forma como eu mais gosto de comer abacate, assim a modos que fundido com o pão. Tomate cherry gosto muito, mas quanto ao rabanete, apenas o tinha visto nas prateleiras do supermercado. Nunca tinha experimentado e achei que ficava bonito ali em cima a decorar mas não fiquei fã do sabor. 

Pedimos também e uns ovos com espinafres. Eu não vou nada a bola com coisas verdes e o espinafre é uma delas, mas ali, assim, disfarçado no meio do ovo nem me importei e não fiz disso grande problema. Os sumos eram de frutas e realmente muito bons. Para mim um bom sumo de fruta é vida.

IMG_2955

IMG_2949

dear breakfast

Em resumo, achei o espaço simples e bem conseguido, pequeno mas muito arejado, cheio de luz, com requinte e distinção aproveitando as estrutura antiga. A comida segue as mesmas regras, na minha opinião,  sem muitas complicações, nem grandes invenções mas bastante saborosa.

Dear Breakfast Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

5 Comentários

  • Green
    12 Outubro, 2017 11:36

    Tem tudo ótimo aspeto.

  • Messy Jessy
    12 Outubro, 2017 16:19

    Fiquei com imensa vontade de lá ir :O

  • Filipa Maia
    12 Outubro, 2017 17:34

    Brunch é a melhor refeição alguma vez inventada e fiquei cheia de vontade de conhecer este sítio =) Obrigada, Andreia, por mo dares a conhecer!

  • Kéké
    13 Outubro, 2017 15:08

    Confesso que também fazia disto vida e, especialmente, contigo pela mão. Aos pequenos-almoços do bem contigo, minha luzinha <3

  • Marta Moura
    18 Outubro, 2017 13:39

    Ai, gosto tanto de brunches! :)
    E adorei as fotos.

Deixe uma resposta