Home Sweet Home # 25

Home Sweet Home # 25

Como já vos contei aqui, as idas ao supermercado feitas pelas duas personagens desta casa não são só idas ao supermercado. São epopeias.

Certo dia venho eu carregada, pelos corredores do supermercado, com latas de salsicha (aka salva-vidas do pobre quando não há jantar) mais umas quantas de milho e grão quando vejo o nosso carrinho. Começo a meter tudo lá dentro e vejo um requeijão que não estava lá antes. Lá está ele a inventar coisas que não estão na lista, pensei eu. Achei estranho porque quem inventa coisas, que acabam por nos encarecer a conta, sou eu. No entanto fiquei ali a analisar o tal requeijão, era light e até me parecia boa ideia.

Nisto vejo a outra alminha (que dá pelo nome de meu namorado) parada junto às frutas com um carrinho ao lado. Ele tinha um carrinho ao lado, atenção a isto. Intrigado, diz-me do outro lado do corredor:

– Mas o que é que tu estás a fazer a mexer nas coisas das outras pessoas?

Eu? A mexer nas coisas de outras pessoas? Impossível. Larguei lá as coisas e fui ter com ele.

– Aquele carrinho não é o nosso? Pensei que tinhas lá metido um requeijão!

De rabo entre as pernas fui buscar as coisas ao carrinho das pessoas. Não olhei em volta para ver se os donos do carrinho assistiram a esta triste cena. Talvez estivessem a ver entre os iogurtes. Fiquei de todas as cores, e disse-lhe:

– Ao menos podiamos levar um requeijão igual ao dos senhores? Tinha bom aspecto.

***

Podem ler mais sobre a saga Home Sweet Home aqui ou aqui. Ou então clicar nessa categoria aqui do lado direito.

5 Comentários

  • Green
    3 Outubro, 2017 11:47

    Ahahahah, que situação, mas dá sempre para dar umas boas gargalhadas 🙂

  • Vera Pereira
    4 Outubro, 2017 10:50

    Eu analiso sempre bem o carrinho do supermercado para ter a certeza de que é o meu ahahah

    • Andreia Moita
      4 Outubro, 2017 16:37

      Temos que arranjar um truque para saber qual é o nosso carrinho. Meter lá um produto qualquer muito estranho que ninguém compre e assim sabemos eheh

  • Rita
    4 Outubro, 2017 13:31

    Olá Andreia!
    Estou contigo nessas situações caricatas…
    Carrinho estacionado (onde eu juro a pés juntos que o deixei) venho com uma data de coisas na mão e coloco tudo lá dentro, pego no carrinho para continuar e vou de encontro ao meu marido que fica atónito e pergunta:
    – Mas de quem é esse carrinho?
    E eu super convicta: – É nosso, querias que fosse de quem?!
    Olhando com mais atenção vejo que ele está a segurar o nosso carrinho porque tem a nossa filha sentada… Tiro tudo rapidamente de dentro do carrinho e preparo-me para o ir colocar onde o tinha “encontrado”, mas depois já estou baralhada se era mais para um lado ou para outro, quando vejo um rapaz aparecer já a bufar e a espreitar para dentro dos carrinhos e acaba por levar o que eu achava que era o meu…
    Beijinhos Rita

    • Andreia Moita
      4 Outubro, 2017 16:35

      Ahahhahaha!! Obrigada rita por me fazeres companhia nesta vida de pessoa distraída. No fundo temos mais graça assim! Beijinhos

Deixe uma resposta