Sessão fotográfica: Desperta a tua luz

Sessão fotográfica: Desperta a tua luz

Quando a Raquel me falou do projecto fotográfico que estava a preparar eu fiquei logo entusiasmada. Eu gosto de fotografia, de tirar fotografias e ao contrário de muita gente sempre gostei que me tirassem fotografias. Desde o princípio dessa nossa conversa que eu soube que queria participar nessa sessão fotográfica e disse-lhe logo isso.

Desde pequena que gosto de tirar fotografias e que me tirem fotografias. Nunca foi grande dificuldade captar-me pois eu metia-me a jeito. Mesmo quando os meus pais tentavam tirar fotografias a outras coisas ou pessoas eu fazia questão de aparecer. Era um pouco inoportuna, eu sei, mas as fotos comigo de emplastro tinham muito mais piada. Não era, portanto, difícil documentar a minha passagem do tempo. Desde os tempos em que usava fraldas até à fase em que andei desdentada. Desde passeios nas férias até aos primeiros tempos de estudo. Lá estava eu sempre a rir. Eu era a primeira a levar a máquina para a escola para registar os melhores tempos. Agora mesmo sou eu a responsável pelo registo fotográfico de qualquer festa de família ou amigos.

Em todas as fotografias eu apareço a sorrir. Além de ser mais fácil é a forma que eu acho que mais me caracteriza. O projecto que a Kéké desenvolveu para a Right Buddy não é só para pessoas que gostam de sorrir como eu. Esta sessão fotográfica a que ela chamou “Desperta a tua luz” pretende mostrar o poder feminino e do que somos capazes. Define-se como um projecto “de empoderamento feminino usando a fotografia como detox emocional e veículo de realce da beleza da mulher dando um boost na auto-estima“. É uma sessão fotográfica de duas horas com direito a ajuda na escolha dos outfits e conversas especiais, com maquilhagem profissional e no final ficamos com trinta fotos digitais editadas.

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

Mais do que nos sentirmos bonitas, creio que precisamos de nos sentir confiantes. E uma coisa leva a outra, talvez. Temos tendência a rebaixar tudo aquilo que fazemos. Sermos humildes não significa que nos deixemos ficar no nosso canto ou mesmo que nos passem por cima. A humildade é sermos autossuficientes o bastante para conseguir as coisas por nós próprios sem precisar de pisar ninguém. O problema é que tendemos a achar que a humildade é o contrário da arrogância e ninguém quer ser considerado arrogante. Mas não tem de ser necessariamente isso. A arrogância não é jogar para vencer, isso jogamos todos. A arrogância é menosprezar o adversário.

Não podemos ser seguros, confiantes, focados e humildes ao mesmo tempo? Eu acho que dá perfeitamente Ter atitude e coragem é sinónimo de arrogância?  Sempre que vemos alguém tirar uma foto mais ousada, por exemplo, já dizemos “deve-se achar”. É ou não é verdade? Eu mesma já pensei, sou a primeira a assumir. É a nossa maneira provocadora e negativa de encarar as coisas. Mas e se experimentássemos?  E se também tivéssemos vontade, ousadia e coragem de olhar para câmara e fazê-la disparar? E se depois, ainda por cima, gostássemos do resultado? Qual seria o problema?

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

Gostar de nós próprios não significa que sejamos convencidos ou arrogantes. Quando cuidamos de nós sentimos mais poder. Até ponto pode isto ser mau? Porque é que temos tanto medo de passar por egoístas ou egocêntricos? Quando descobrimos quem somos, quando aprendemos a gostar de nós penso que as coisas à nossa volta podem ficar um pouco mais claras e fazer até mais sentido. Como poderemos gostar de alguém se temos receio de gostar de nós, de mostrar aos outros que gostamos de nós? Como vamos querer passar a nossa identidade a alguém com inseguranças?

E se tudo isto se resumir a uma sessão fotográfica? E se eu ficar mal? Ou pior, se eu ficar bem e ainda por cima gostar? O que é que as pessoas vão achar? Vão dizer outra vez aquela história do “olha-me esta”. Mas e se pelo contrário as pessoas também gostarem? Eu tive receio, mas fui lá na mesma.

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

Este projecto é um desafio e funciona assim mesmo. Primeiro, tu escolhes os outfits que queres usar na sessão fotográfica. Aqueles com que te sentes mais tu, mais à vontade, mais confortável, mais bonita. O segundo passo é a maquilhagem profissional feita pela Carina que explica passo a passo o que vai fazendo e não te mete sombras verdes, ela promete! As seguir começam as fotos.

A Thayná sabe mexer com a câmara e connosco. Foi ela que me guiou. Ela não tem medo de se sentar no chão e isso fez com que eu não tivesse também. A objectiva dela move-se sempre na direção certa. Ela pedia para eu fazer e eu fazia, confiando. Ela dá as dicas, ela corrige a postura, ela levanta o teu pescoço, ela despenteia, literalmente, o teu lado certinho.

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

Confesso que as fotografias com cara séria não eram o meu forte, como disse no início eu prefiro sempre sorrir. Portanto, encontrei o meu desafio pessoal desta sessão nas posições sérias. Encarar a máquina sem sorrir é muito mais difícil. Mas é aí que entra a terceira parte, a Raquel. Ela diz que não precisas sorrir se olhares. Está tudo nos nossos olhos. Até podemos sorrir com eles. É o acompanhamento dela que faz esta sessão ser tão mágica. Porque se ela acredita em mim, porque é que eu não havia de acreditar?

Gostei imenso do resultado final. Faz exatamente hoje um mês que fiz isto. Parece sempre difícil dizer que gostamos de uma foto onde nós estamos. E este é o último desafio deste projecto. Então por que é que não havemos de gostar de nos ver? É sempre mais fácil elogiar os outros e dizer que se fossemos nós não ia ficar bem, não é? Experimentem fazer este desafio e despertarem a vossa luz, o vosso valor, a vossa beleza!

sessão fotográfica desperta a tua luz andreia moita blog

6 Comentários

  • Green
    12 Dezembro, 2017 12:33

    Que máximo! As fotos estão super gira, gostei imenso. Era coisa que também gostava de fazer, talvez um dia 🙂

    • Andreia Moita
      27 Dezembro, 2017 8:44

      Muito obrigada 🙂

  • As coisas dela
    12 Dezembro, 2017 17:06

    Estás de parabéns pelo resultado fantástico 🙂 Beijinhos*

    • Andreia Moita
      27 Dezembro, 2017 8:42

      Opah, muito obrigada 🙂

  • LucieLu
    26 Dezembro, 2017 23:23

    Opah! Quero! Quero! Quero!

    Tão bonitas fotografias e tão bonito o texto!

    • Andreia Moita
      27 Dezembro, 2017 8:32

      Obrigada Lúcia.
      Há dias em que nos sentimos bem atrás da máquina, há outros em que sabe bem estar à frente dela ehehe. Experimenta fazer esta sessão, é super giro e sentimo-nos mesmo bem! Desejo-te um 2018 cheio de bons flashes, bjs 🙂

Deixe uma resposta