Porque é que vou ao Bloggers Camp 2018?

Porque é que vou ao Bloggers Camp 2018?

O ano passado inscrevi-me no Bloggers Camp sem saber o que estava a fazer. Precisava de alimentar o meu imparável desejo de conhecimento e ao mesmo tempo preencher um vazio ao nível de desafios. Fui para lá sozinha e sem nada mas saí cheia de gente e ideias. Foi depois de ter ido ao Bloggers Camp que compreendi muitas coisas sobre isto de escrever para publicar e sobre partilha de conteúdos.

O Bloggers Camp marcou o meu 2017 e mudou um bocadinho a forma como olho para os blogs, para as pessoas e para o trabalho. Mudou um bocadinho a maneira como olho para mim e o modo como quero fazer as minhas coisas. E isso deve-se àquilo que aprendi lá, que fiz lá, que vivi lá e às pessoas que conheci lá.

O que é o Bloggers Camp?

É um conceito desenvolvido por três bloggers (a Catarina, do Joan of July, a Ana do Infinito mais um e a Catarina do Daydreams) cujo objectivo é passar um fim-de-semana ao estilo dos antigos acampamentos de verão.

Bloggers Camp

A ideia é assistirmos a várias talks sobre temas, obviamente, relacionados com blogs e partilharmos ideias numa base de colaboração e partilha entre nós. O importante aqui é admitir que estamos todos no mesmo barco numa perspectiva de aprender e ensinar em vez de competir. A ideia suprema é que todos possamos envolver-nos, conviver e aprender uns com os outros numa perspectiva de unir energias. A melhor maneira que tenho para definir o que é isto é dizer que é um sítio onde podemos aliar a vertente profissional à social.

O ano passado saí de lá cheia de motivação e vontade de criar. Aprendi muitas coisas e descobri outras tantas. O ambiente que se vive no Bloggers Camp é muito para além do que se pode explicar. Por isso decidi reunir uma lista de motivos que me faz lá ir outra vez este ano.

O Bloggers camp é um sítio de partilha. E esta é a minha palavra preferida para definir os blogs.

O que fazemos aqui, a escrever para nos lerem, não é mais do que partilhar. O que fazemos quando damos a nossa opinião, quando mostramos um livro, quando recomendamos um sítio é também partilhar. Quando falamos com e de pessoas estamos a partilhar. Se não fosse por isso mais valia escrever um diário e fechá-lo à chave.

O Bloggers Camp permite que todos consigamos partilhar as nossas ideias uns com os outros sem ter medo e sentindo que há espaço para todos. E que todos consigamos comunicar, desenvolver, aprender e evoluir juntos e não uns contra os outros. Ou seja, conectamo-nos uns com os outros de forma colaborativa em vez de batalhar uns contra os outros de forma destrutiva.

Sair da zona de conforto e saber lidar com elogios e mentes positivas

O ano passado cheguei a medo porque não conhecia ninguém. Mas foi precisamente por isso que fui. Cheguei lá sem ninguém e saí de lá cheia de gente. O facto de me rodear de pessoas que, à partida, estavam ali porque tinham os mesmos interesses do que eu facilitou a interação. Depois disso foi só deixar-me levar e ser eu mesma sem me prender nem inibir.

Sinto que no Bloggers Camp as pessoas têm a mente aberta. Têm espaço. Tem vontade de ouvir a tua ideia sem segundas intenções. Não há lá medo que te roubem a ideia nem medo de elogiar o trabalho dos outros. Isso é sempre muito fácil, aliás. Porque não devemos dizer bem de uma coisa quando gostamos dela e nos deixamos inspirar por ela?

O melhor que o meu blog me deu foram as pessoas. E conheci-as no Bloggers Camp.

Há pessoas que conheci no Bloggers Camp com quem nunca mais deixei de falar. Continuamos a encontrar-nos seja por causa dos nossos blogs ou a nível pessoal. Aprendi umas coisas valentes com estas pessoas. Uma delas foi saber definir as características que definem as boas pessoas e saber rodear-me delas. Isso fez com que o meu 2017 fosse um bocadinho diferente. Cada café ou festa que tenho com cada uma destas pessoas faz-me sempre sentir mais capaz e mais feliz. Encontrei pessoas disponíveis, motivadoras, inteligentes, generosas, verdadeiras e trabalhadoras.

Depois de sair do Bloggers Camp nós só queremos produzir. Temos mais coragem e mais confiança nas nossas ideias e em nós próprios. Esses dois dias são exatamente o bastante para gostarmos ou não de uma pessoa. Para acreditarmos ou não naquilo que as ouvimos dizer. São dois dias intensos. E cabe-nos a nós decidir se queremos continuar com essas pessoas na nossa vida quando saímos de lá.

Raquel Comprido (Kéké) Natália (Escrever, fotografar, sonhar) Ana Paula (Elétrico do 28) Joana Sousa (Jiji) Xana Nunes (Uma chávena de charme) Joana (Limited Edition) e o Nuno.

Filipa Maia (Deixa Ser) Joana Sousa (Jiji) Raquel Comprido (Kéké) e Sofia Costa Lima (A Sofia World)
Xana Nunes (Uma chávena de charme) Margarida Pestana e Ana Monteiro (2beleza) no evento de apresentação da Right Buddy

Uma rubrica no blog, uma sessão de fotos, escrita criativa e um evento solidário

O Bloggers Camp é o lugar das grandes mentes. Durante a nossa semana de trabalho temos tendência a estar muito fechados a estímulos exteriores. Este fim-de-semana é exatamente a altura em que o nosso cérebro está mais livre e disposto a pensar em coisas que nos fazem felizes.

Depois daqueles dois dias já saíram alguns cafés, brunches e piqueniques só com o intuito de estarmos juntos. Mas o Bloggers Camp é responsável pelo nascimento de outros projectos:

  • A rubrica Páginas Salteadas: eu, a Joana (às cavalitas do vento), a Catarina (Joan of July) e a Vânia (Lolly Taste) todos os meses produzimos uma receita com base num livro que escolhemos previamente. Tem sido uma das coisas que mais gosto de fazer e é um gosto partilhar isto com elas.
  • O evento solidário Blogging for a cause: A nós as quatro juntou-se a Helena Magalhães e juntas críamos um evento com o objectivo de angariar dinheiro para cinco instituições. A ideia inicial foi da Vânia que sentiu confiança suficiente em nós para partilhar esta ideia, que se tornou uma das melhores coisas que eu já fiz. E agradeço-lhe por me ter proporcionado isso.

blogging-for-a-cause

  • Escrita criativa: tenho feito todos os workshops da Rita da Nova e tem sido mais que interessante saber a forma como consigo escrever em pressão ao mesmo tempo que conheço outras pessoas e as ouço ler o que tão bem escrevem. Depois de ter ido ao Bloggers Camp fiquei, de certa forma, mais disponível para este tipo de coisas.
  • Foi o Bloggers Camp que trouxe a Raquel (kéké) para a minha vida e foi por causa dela que fiz a sessão fotográfica “Desperta a tua luz”, uma forma de gostarmos mais de nós próprios.

Inspiração, motivação, vontade, energia e criatividade

Num mundo onde estamos sempre muito ocupados, o blog é aquilo que mantém a minha mente activa. É do blog e para o blog que trabalho a minha criatividade e é ele que me transmite a motivação e a vontade necessária para fazer outras coisas. Sinto que tenho muita energia quando escrevo e é de outros blogs que retiro muita da da inspiração que preciso.

Voltar ao lugar onde já fomos felizes

Por isso vou ao Bloggers Camp outra vez. Para ser feliz outra vez.

Todos os anos a programação é diferente. Este ano o tema é a criatividade. Sinto que iria de qualquer jeito, porque confio no trabalho que se faz lá, mas vejam o programa que elas preparam com a Rita da Nova, a Joana Clara, a Vânia Duarte, a Joana Moreira e a Sofia Castro Fernandes, tudo na Academia do Às Nove. Vejam também o textos da Vânia Duarte (uma das oradoras) aqui e da Margarida Pestana (a fotografa maravilha do evento) aqui. Ambas têm mais motivos para vocês irem ao Bloggers Camp ter connosco.

 

Vemo-nos no dia 2 e 3 de Junho?

(foto de capa by Lucie Lu)

6 Comentários

  • Xana Nunes
    8 Maio, 2018 10:53

    E se eu disser que ando desligada de blogs há 5 meses e que por magia o link para este teu post lindo me apareceu no feed? Obvio que carreguei no imediato e li freneticamente cada palavra :’) és tão especial (estou a arrepiar-me) e dizes-me tanto!
    Partilho de cada palavra que aqui escreveste (estou a arrepiar-me outra vez) e se tinha dúvidas sobre ir ao BC ou não, se calhar acabaste de me esclarecer <3 Um beijo gigante <3

    • Andreia Moita
      9 Maio, 2018 10:45

      Ainda bem que nos vamos encontrar no mesmo sítio passado um ano. És uma prova de como este evento é especial! Beijinhos

  • Green
    8 Maio, 2018 11:45

    Deve ser um evento bem giro e interessante 🙂

    • Andreia Moita
      9 Maio, 2018 10:45

      Sim, é um evento cheio de energias boas.

  • Vânia Duarte
    9 Maio, 2018 11:00

    leio isto e já me apetece que seja dia 2 e 3 sabes <3 Tu foste uma das pessoas mais preciosas que o Bloggers Camp me deu e é um orgulho gigante criar coisas bonitas contigo 🙂 Ansiosa pela edição deste ano.

    • Andreia Moita
      9 Maio, 2018 11:24

      Quem diz é quem é! Eheh
      Tu é que foste mega especial nesse dia e por isso é que ficaste cá até hoje. Porque continuas a sê-lo.
      Bloggers Camp 2018, vamos a isso!

Deixe uma resposta