No ginásio faço caretas

No ginásio faço caretas

No ginásio pareço muito mais maluca do que na vida real. Ainda mais. Sim. No ginásio, quem olhar para mim, vai achar que sou avariada de todo. Eu sei que ninguém olha, de facto, sei que ninguém quer saber. No ginásio faço caretas. E eu sei que vocês também fazem.

Já não bastava estarmos ali todos suados, ainda apresentamos verdadeiras caras demoníacas. Sim, acredito que ninguém lá está por vontade própria. Devem ter saído de casa sob ameaças duras. A mim é que o me acontece. É um sofrimento o que passamos ali diariamente (no meu caso de mês a mês, mais coisa menos coisa não vou lá muito mais do que isso). E depois para melhorar essa condição ainda lá aparece alguém conhecido quando estamos naqueles preparos, de perna alçada ou rabo no ar a fingir que fazemos uma prancha muito bem feita.

E já não bastava o ar desgrenhado com que lá andamos, com os cabelos todos para fora do elástico, ainda passamos por outras provações. No ginásio eu faço caretas. Mas devem ser mesmo feias. Tenho um problema que passo a expôr. Eu não sei respirar. É. Além de não fazer corretamente metade dos exercícios ainda respiro muito mal. Eu devia ser proibida de frequentar tal lugar. Ter uma placa à porta a avisar-me para não entrar. Continuando. Eu não respiro. Aquela coisa do inspira pelo nariz e expira pela boca não resulta. Porque depois tenho que inspirar quando puxo a carga e expirar quando alivia. É isso? Troco-me toda. E então pronto prefiro não respirar. Pelo menos até dar para sobreviver. É mais ou menos nessa altura que começam as caras feias.

No ginásio faço caretas. E não faço isso na vida real, cá fora, porque sou uma senhora. Mas lá acontece pronto. E quem vir de fora deve pensar que pronto estou a esforçar-me imenso e por isso é que estou a fazer aquela cara sofrida. É isso. Isso mesmo.

Sou a favor do movimento pessoas que fazem caretas no ginásio. Que não respiram. Que não gostam de encontrar conhecidos enquanto correm na passadeira e já agora…sou a favor do movimento pessoas que não conseguem vestir as calças de ganga depois do banho.

4 Comentários

  • Joana Costa
    11 Setembro, 2018 1:24

    Ai, eu também sou assim.. E fico tãããão vermelha… Claro que é nessas alturas que vejo pessoas conhecidas, quando me está a começar a dar o fanico ou estou em máquinas estranhamente sexuais…
    Beijinhos
    Joana
    Curly Hair and Lipsticks

  • Green
    11 Setembro, 2018 13:02

    Acho que isso acontece a toda a gente, no ginásio, é normal e faz parte. Não estás sozinha 🙂

  • m-M
    19 Setembro, 2018 10:54

    Somos duas então – desculpa ter demorado a retomar contacto, mas a inspiração e o tempo voam-me…

    Adorei conhecer o teu cantinho e já te sigo!

    Um beijinho enorme e muito obrigada pelo teu carinho! <3

    • Andreia Moita
      26 Setembro, 2018 11:06

      Um grande beijinho e agradeço muito teres vindo e gostado.

Deixe uma resposta