Livros

Food, Livros

Páginas Salteadas | Caldo verde descomplicado

No princípio quis ler o “Descomplica”, da Sofia Castro Fernandes, muito devagar. Quis ter tempo para o degustar como ao meu caldo verde. Quis ler uma página por dia, para levar o seu ensinamento. Mas não o fiz. A minha essência não é essa. Li avidamente. Li tudo muito rápido. Página após página. Mais houvesse mais teria lido. Essa sou eu e foi assim que me fez sentido. Continuar a ler

Livros

Chapters & Scenes | Indie e filosofias de vida

O tema deste mês do Chapters & Scenes foi o mais dificil (até agora). Indie e filosofias de vida. Não vejo muitos filmes que sejam considerados Indie mas agrada-me conhecer novas filosofias de vida, quer as siga ou não. Umas das coisas com que me tenho deparado nos últimos tempos são as teorias do minimalismo, mindful e bem estar emocional. Se calhar não lhes dou a devida importância mas aparecem-me cada vez mais à frente. Foi por isso que escolhi o livro (e também o um filme) “Comer, orar, amar” Continuar a ler

Livros

Fotografia: do papel ao instagram

Tenho montes de fotografias. Mil álbuns com diversas fases da minha vida. Desde fotos do meu batizado, às máscaras de carnaval. Desde o primeiro dia de aulas até às férias de verão. Tal como tenho tantas fotografias impressas tenho a certeza que também tenho muitos rolos por revelar. Mas a fotografia mudou. Pelo menos a forma e o modo como as tiramos. A verdadeira essência… essa eu espero que não se tenha alterado. Continuar a ler

Livros

“Não leias este livro” | 4 motivos para o ler

Não faças isso. Não mexas aí. Não vás por acolá. Não digas, não comas, não isto, não aquilo. É óbvio que vamos fazer, mexer, dizer, comer. É claro que vamos fazer tudo o que disserem para não fazermos. Já nascemos assim. Basta ver o comportamento das crianças. Mais do que “ser do contra” gostamos de desafios. Portanto, quando vemos um livro chamado “Não leias este livro” fazemos o quê? Continuar a ler

Livros

Lagom

Confesso já. Li o “Lagom, o segredo sueco para viver bem” uns meses antes do final do ano. Comprei-o antes da viagem à Suécia. E li-o num instante. Só vou falar dele agora porque de repente fez-me sentido a mensagem que quer passar. Como se estivesse a marinar durante uns tempos. Ainda não tinha decidido a premissa para este ano. Mas agora já sei. É o equilíbrio. Continuar a ler

Livros

Páginas salteadas | Harry Potter e as bolachas mágicas

O mês de Dezembro é mágico. E como tal, este mês não escolhemos um livro para o Páginas Salteadas, escolhemos uma história. Harry Potter. O miúdo especial. The boy who lived. Enquanto lermos histórias de magia, seremos sempre crianças. “Of course it is inside your head Harry, but why on earth should that mean that it is not real?” Continuar a ler