cheiro da infância

O cheiro da infância

Em muitas entrevistas aos famosos perguntam-lhes pelo cheiro da infância. Meti-me a pensar no meu. É o cheiro das torradas feitas no fogão da minha avó. Eu passava as minhas férias com os meus avós, na “terra”, um lugar onde a água se ia buscar à fonte. Não havia torradeira, mas eu
uma historia

Um dia escrevi uma história

Quando era miúda escrevi uma história. Peguei num caderno novo (como ainda hoje faço sempre que quero iniciar um projeto/ideia) e numa caneta que me deixasse a letra bonita (obrigatório!) e comecei. Escrevi só. Narrador. Personagens. Capítulos. Regras. Estruturas. Plots. Eu não sabia nada sobre isso. Eu era uma rapariga de 12
um homem inofensivo

“Um homem inofensivo” | Teatro Aberto

“Um homem inofensivo” é uma peça de teatro com apenas dois atores em cima do palco. Mas que são capazes de o encher na totalidade. Renato está a dormir. Rui está acordado, no sofá. De Renato. Na sua casa. Na sua intimidade. No seu silêncio. Perante a “invasão”, Renato quer saber o
o poder da nostalgia

O poder da nostalgia

Tenho vindo a reparar no poder da nostalgia numa série de aspetos na nossa vida. Podemos ser pessoas mais ou menos agarradas ao passado. Podemos ser mais ou menos emocionais. Mas o efeito nostalgia é quase certo em todos nós em algum momento. A nostalgia deixa-nos melancólicos e com saudades. Não obrigatoriamente
a velocidade do tempo

A velocidade do tempo

Se estás à espera de ler algo diferente das habituais lamúrias (ou consagrações) sobre o tempo (“ah este ano passou tão rápido”) então este texto não é para ti. Este texto É MESMO MAIS UM acerca da velocidade do tempo. Olhei agora para o calendário, ali escondido no canto inferior direito do
caixa de costura

A humilde caixa de costura

Quando foi a última vez que fizeram algo pela primeira vez? Como por exemplo, sei lá, assim de repente, coser botões? Apresento-vos a minha humilde caixa de costura. Tudo tem que ser um marco, uma experiência, um acontecimento, não é? Tudo tem que ser uma novidade. Devemos fazer de tudo uma vitória.
Gavetas vazias

Gavetas vazias

Tenho um certo fascínio por gavetas vazias. Para enchê-las de novo! Não, estou a brincar. Vá, não só, mas também. Na verdade, gosto da sensação ver a gaveta sem nada. Contudo, não gosto do trabalho que dá fazê-lo, que inclui fazer uma seleção do que fica e do que vai. Geralmente esvaziamos
mochila de viagem

Como fazer a mochila de viagem?

Querem saber como fazer uma mochila de viagem pequena, que cabe debaixo do assento do avião, e não exige o pagamento de bagagem da companhia aérea? Venham cá. A minha mochila de viagem foi comprada na Amazon (esta aqui) e é simplesmente a minha queridinha do momento. Já viajou comigo com roupa