O melhor de Novembro

O melhor de Novembro

Este mês foi o mais rápido da história. Parecia tão grande no início. Trinta dias inteiros. Mas não. Já passaram. Novembro está no seu último dia. Em Novembro começou a chover. Depois de meses de calor abrasador (que eu adoro) a chuva, necessária para acabar com esta seca severa que o país está a viver, voltou. Eu considero isso importante, sim. Mas não consigo gostar de chuva. Nem sequer consigo conceber que haja gente que adore este tempo. Mas enfim, vamos mudar de assunto que isto de andar de chapéu na rua irrita-me.

Novembro deve ser o mês com mais gente a fazer anos. A sério, não sei quanto às vossas vidas, mas na minha toda a gente decidiu nascer a tempo do Natal. Pessoas, parem de fazer anos. É o meu apelo. Agora que já cheguei aos trinta acho que podemos acabar com isto. Eu gosto de festas de anos, atenção, mas não vamos continuar a acrescentar números à nossa idade, pode ser? Todas as pessoas com quem tenho falado dizem o mesmo, que os trinta são só um número. De facto, são, para as pessoas que já têm 32 ou 33. Para quem faz trinta mesmo assim, aquela coisa redonda, trinta… para quem os faz é um peso. Há qualquer coisa de diferente que se sente nessa manhã.

Este mês continuei a demanda, iniciada em 2016, de fazer coisas novas e escrevi este texto com a psicóloga Filipa Jardim da Silva, sobre motivação, do qual muito me orgulho. Depois também fiz um curso de escrita criativa com a incrível Rita da Nova. Foram cerca de cinco/seis horas a escrever à mão, que é a forma mais pura de escrita, a meu ver. É assim que me deixo levar pelas minhas próprias ideias, que penso melhor. Neste workshop a Rita vai sugerindo alguns temas em forma de exercícios curtos para desbloquear a escrita e é fantástico perceber que a inspiração não existe e que somos capazes de escrever sobre tudo em qualquer circunstância. Há coisas fantásticas que só a escrita nos proporciona, ver uma folha cheia dos nossos rabiscos é uma delas.

Continuando no campo das novidades, fiz uma sessão fotográfica. É isso mesmo. O projecto “Desperta a tua luz” é uma obra da Right Buddy pela mão da Raquel. O objectivo é juntar a maquilhagem profissional à fotografia e fazer cada mulher sentir-se única e especial. A fotografia é uma arma poderosa e este projecto pretende melhorar a nossa auto-estima e levantar o nosso ego. É óbvio que terei um post inteiro dedicado a isto e algumas fotos para vos mostrar em breve.

Por fim, tenho que vos falar do evento solidário Blogging for a cause que aconteceu no dia 25. Foi um dos meus maiores feitos deste mês e também deste ano, tenho a certeza. Criei de raíz, com a Helena, a Vânia, a Joana e a Catarina, um projecto que envolve o conhecimento e a solidariedade. Convidamos pessoas cujo trabalho admiramos para dar workshops de meditação, alimentação, motivação e empreenderismo. Contactamos marcas para nos ajudar a proporcionar momentos de break e lanche. Tivemos serviço de fotografia. Uma voluntária criativa e um espaço inspirador. Foi tudo cedido e nada pago por nós. A única coisa que foi paga foram 60 euros por cada inscrição que reverteram na totalidade para cinco associações escolhidas por nós. A UPPA, a Make a wish, o Fundo laço, a Alzheimer Portugal e a REDE. Angariámos 3085 euros que foram divididos de igual forma para estas cinco instituições. E isto é de uma pessoa ficar de sorriso largado. Obviamente que vai haver um post dedicado a este tema explicando como se monta uma evento destes e essencialmente porquê.

Novembro foi cheio de experiências boas, novas e reconfortantes. Por isso estou inteiramente pronta para decorar a casa de enfeites de natal e pronta para viver a melhor época do ano.

4 Comentários

  • Green
    30 Novembro, 2017 12:33

    Tiveste um ótimo Novembro, sem dúvida alguma. Que Dezembro seja ainda melhor 🙂

  • Daniela Soares
    3 Dezembro, 2017 23:05

    Já chegaste aos 30?:O Não parece nada.:P Concordo, Novembro passou a voar.

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    • Andreia Moita
      4 Dezembro, 2017 9:37

      Ahah, foi em Junho! Não parece porque eu ando na vida como se tivesse 25!

  • vania duarte
    11 Dezembro, 2017 15:03

    Também senti que Novembro passou estupidamente a correr <3 E foi tão bom ter tornado este Novembro muito mais bonito ao teu lado 🙂

Deixe uma resposta