como ser produtivo

“Como ser produtivo?” – Esta é capaz de ser a pergunta do século. Se não mesmo a pergunta de todo o sempre. Toda a gente quer saber a resposta. E a verdade é que não há. Chato isto. Se houvesse, de certeza que não havia preguiça, procrastinação ou contra tempos que nos impedissem de ser os melhores do mundo. Mas, não havendo magia…há algumas dicas que podem tornar a coisa mais fácil.

Acredito,do alto do meu imenso conhecimento,só que não, que para ser produtivo é preciso começar por ter vontade de o ser. Parece meio parvo ou cliché (pior!) mas é como em tudo o resto na vida, sabem? Se quisermos ou precisarmos (vá) muito de fazer uma coisa, que remédio temos senão fazê-la. Portanto, a produtividade tem a ver com muito mais coisas do que com trabalho. É mais do que a velha ideia de sentar e trabalhar horas sem parar super concentrados (isso nem existe). Percebem a ideia?

Desde sempre que me considero uma pessoa organizada. É verdade que estou sempre a perder a coisas. Não nego que nunca sei onde está nada, mas isso não quer dizer que eu seja desorganizada. Só quer dizer que eu sou distraída. Posso e vou dar-vos algumas dicas para organizar a semana que ajudará bastante a entender como ser produtivo.

Como ser produtivo sem fórmulas mágicas

A primeira coisa importante para entender como ser produtivo é mesmo saber que ninguém vê a produtividade da mesma maneira. Até porque nem todos precisamos ser produtivos para cumprir os mesmos objetivos. E depois perceber que ninguém é extremamente concentrado sempre nem bem sucedido todos os dias. Não temos os mesmos métodos. Não temos ideias boas (ou más) a toda a hora. Nem sequer temos os mesmos horários.

Estas dicas para organizar a semana que eu vou debater aqui funcionam comigo e servem para a minha forma de trabalhar e para a minha vida pessoal. Em algumas delas eu própria ainda estou a trabalhar, mas aproveito já para mencionar porque acredito nelas.

Ter uma agenda manual ou online para planear o que temos para fazer (a dica mais básica e frequente)

Sempre que vejo livros, posts ou que seja sobre este tema aparece sempre um item sobre o raio do planeamento. Até irrita, não é? Para quem não gosta de planear deve ser o fim. O planeamento é tipo a nossa mãe, sabem? Está sempre a chatear-nos mas tem sempre razão.

A verdade é que ter um sitio onde apontar as tarefas que temos para fazer semanalmente, ou de forma diária, é uma grande ajuda não só para não esquecer (as vossas memórias já tiveram melhores dias, confessem) mas também para priorizar a ordem dos afazeres.

Fazer listas e ir riscando (outro clássico)

Portanto, na sequência do ponto anterior, é importante listar os compromissos ou tarefas e ir riscando assim que os fizermos. Esta dica nunca tinham visto em lado nenhum, não é?

Há quem faça isto através do método da definição das coisas urgentes, importantes e ainda outras que podem ser delegadas. Eu, geralmente, não uso isto mas fica a dica.

Não fazer tudo ao mesmo tempo

Olhem só que ideia fascinante: deixar para lá a ideia de que somos super heróis e tentar fazer uma coisa de cada vez.

Eu sou a típica pessoa capaz de fazer várias coisas ao mesmo tempo. (Não é para parecer melhor que os outros porque sei que há muita gente assim.) Só estou bem quando tenho muitas coisas para fazer, sabem? E isso é péssimo. Tenho noção. É esgotante e acima de tudo faz-me ser pouco tolerante para com as pessoas que não são assim.

Ou seja, tenho que aprender a fazer uma coisa de cada vez. às vezes tenho ideia que poupo tempo se fizer tudo ao mesmo tempo. É errado. E já deixei queimar o jantar à conta de achar que podia ter comer ao lume, panquecas no forno e meter a máquina a lavar enquanto dava um olhinho na novela. Percebem a exaustão? E a chatice que foi depois limpar o preto que ficou na panela? Não sejam Andreia Moita!

Encaixar tempo para ler, ver series, descansar, passear

Calma. Não é preciso propriamente escrever na agenda ou na lista “descansar”. Embora deva haver quem o faça. Quando eu digo para encaixar estas coisas no dia é porque vai ajudar a estar de cabeça limpa. Ninguém, absolutamente, ninguém é produtivo sem parar. Até podemos estar frente ao computador a fingir que trabalhamos, mas no fim temos que refazer tudo.

Já pensaram ir a um centro comercial na hora de almoço? Deambular em lojas? A minha sugestão é fazer algo fora do contexto, para desacelerar o cérebro. Durante os tempos em que estou a trabalhar em casa, aproveito a hora de almoço para ler. Funciona como uma quebra inesperada e dá novo fôlego. Como um balão de ar fresco.

Fazer pausas curtas

Como ser produtivo? Deem pausas ao vosso cérebro para voltarem em força a seguir. Ir à casa de banho, ir esticar as pernas, espreguiçar (quero lá saber que seja feio) ir à janela, beber um café, falar ao telefone, ir a uma rede social. Gente, quantas vezes resolveram um problema ou tiveram uma ideia depois de falar com alguém? Depois de ver uma imagem gira ou inspiradora? Ou na casa de banho? (Não gozem).

As pausas funcionam. Não sou nada de fazer aquela coisa de desligar notificações, não ir às redes sociais, não levantar da cadeira. (Obviamente que não é para fazer isso durante duas horas e depende de pessoa para pessoa) Não me interpretem mal, mas às vezes até preciso disso. Sou a favor das pausas. Ninguém é produtivo o dia inteiro. E ser produtivo inclui, na minha opinião perceber isso.

Não queiras saber como ser produtivo a todas as horas do dia

Porque isso não existe. Ora bem, já que geralmente temos que trabalhar oito horas, convém trabalhar bem nessas oito. Só que às vezes não é assim que funciona. Porque uns são bons de manhã outros à tarde e outros à noite ou ao fim-de-semana eu sei lá. A ideia aqui é descobrir o nosso melhor horário.

(O ideal era podermos escolher o nosso horário de trabalho. Acho que seriamos mais produtivos a fazer o que gostamos quando estamos no nosso melhor. )

Deixar o espaço arrumado e limpo

Esta vale para qualquer tipo de trabalho. Sempre que fazemos tarefas num sitio já por si agradável, certamente que seremos mais organizados e produtivos. A organização pode ser feita todos os dias no início ou final do trabalho. Ou no final ou início da semana. Se os espaço for bonito e ao nosso gosto acredito que trabalhamos melhor.

Isto vale para tudo. Para quem trabalha à secretária. Para quem trabalha na cozinha. Para quem trabalha em casa e para quem trabalha fora.

Deixar também o espaço de casa organizado.

Chegar a casa e não ter que limpar e arrumar vai ajudar qualquer dia de trabalho. Descalçar, tomar um banho e sentir a casa cheirosa e organizada relaxa a cabeça. E uma cabeça relaxada pensa melhor do que uma cabeça cheia. Ou não?

Ter as refeições prontas para os cinco dias da semana (poupança de tempo a preparar e a pensar nelas)

Vocês sabem que eu sou fã da preparação de marmitas para toda a semana. E porquê? Porque perco ali duas horas ao fim-de-semana a fazê-las mas nunca mais penso nisso durante a semana toda. Tenho sempre refeições preparadas. É só chegar, aquecer e comer e ficar com mais tempo para outras coisas.

Ter espaço para não cumprir ou para imprevistos

O que é que isto quer dizer? Que temos que ter noção do tempo, aprender a respeitar a preguiça e a atravessar períodos de imprevistos que nos impedem de riscar as tarefas da agenda, porque tivemos de fazer outras. Encher a agenda é o primeiro indicio que não vamos fazer metade do que lá está. Sou muito má neste ponto. É um dos que tenho que trabalhar com mais afinco.

Fazer a dancinha da vitória sempre que algo corre bem

Importantíssimo. Quem diz dançar diz dar palmadinhas nas próprias costas. Como ser produtivo? Estar motivado ajuda bastante. E quando ninguém nos diz que está fixe, dizemos nós. “Epah isto ficou bom”, “Olha que isto ficou bem feito”. Dancem. Vão lanchar. Comprem roupa nova. Afinal, correu tudo bem! Permitam-se ficar felizes com o que fizeram,

Ter uma atividade ou hobbie depois de trabalhar

Fazer uma caminhada, ler, pintar, fazer croché, ir ao ginásio (cansa-me mais do que descansa, mas é válido) ou qualquer outra coisa que gostem e vos deixe livres, leves e soltos. Acho importante ter uma atividade que dê prazer. Para aliviar, ganhar motivação e e ser produtivo amanhã.

Que tal estas dicas? Concordam? Têm algum método a adicionar? Contem -me tudo. E se quiserem podem partilhar este post no Pinterest através desta imagem.