daqui a cinco anos

Dannie é advogada e adora o seu emprego ao qual se dedica a 100%. Tem um namorado do qual acaba de ficar noiva. E tem a vida planeada ao pormenor. Sabe exatamente onde está e onde quer estar no futuro a nível pessoal e profissional. Tudo corre de acordo com o que delineou para si quando um dia tem um sonho que lhe parece mais real do que o normal e passa-se “daqui a cincos anos”. Está com um homem diferente que não é o seu noivo. Está num apartamento diferente que não aquele em que vive agora. Tem uma vida diferente da que planeou, portanto.

Fica bastante perturbada quando acorda. Decide não contar nada a ninguém, nem mesmo à melhor amiga Bella. Mas um belo dia, o homem com quem estava no tal sonho naquele apartamento… aparece-lhe à frente… e é a pessoa mais inesperada de sempre. É talvez a única pessoa que não podia ser.

Este é o resumo do livro “Daqui a cinco anos”. Uma sinopse que nos faz pensar que estamos perante uma história de amor daquelas que já sabemos como é que vao acabar. Mas não é bem assim

Review do livro “Daqui a cinco anos”

Este é um livro muito fácil de ler. Tem poucos personagens o que ajuda a leitura. É muito simples, tem uma linguagem acessíve, sem grandes floreados. Eu li num fim-de-semana.

Eu estava à espera de uma coisa, mas tive uma surpresa. A história é inesperada e segue alguns contornos tristes e até angustiantes. Achamos que a trama vai caminhar para um lado e afinal ela desanda para outro. Não vos quero dizer exatamente que tipo de situação, num romance, pode ser assim como descrevo, mas acreditem que este não é um romance assim tão convencional.

Temos espaço para tudo, sabem? Um relacionamento (demasiado) confortável. Um emprego que ocupa todos os momentos e pensamentos e o amor também em forma de amizade (dependente). Reparem como já vou deixando a minha opinião subtilmente entre parentesis nestas frases!

Eu, que sou uma pessoa que adora planear tudo, cheguei a enervar-me com a forma controladora como Dannie planeia a sua vida e quer planear a dos outros. Não me identifiquei nada com ela. A mulher não tem espaço. Não vive de emoções, vive de planos que segue à risca. Também é demais! Não há espaço para surpresas (até se cruzar com o tal homem do sonho – aí ela vai viver meio em suspense, passando a estar um bocadinho assustada com as possibilidades de uma vida em aberto).

Durante a leitura queremos saber se afinal vai acontecer a tal cena com que ela sonhou. E depois quando afinal chega a altura achei que tudo acaba demasiado rápido. Compreendi, mais tarde, que cabe-nos a nós entender se afinal o destino existe mesmo.

“O amor é a única coisa que não precisa evoluir para nada. Enquanto existir, faz toda a diferença. Aqui e agora. O amor não precisa de um futuro.”

E tu acreditas no destino?

Estamos destinados a alguma coisa, por mais que tentemos afastar-nos dela? Ou podemos contruir a nossa própria história independentemente do que está reservado para nós pelo universo?

No sonho, Dannie viu aquilo que achou ser o seu futuro. Eu não vos vou dizer se acabou por acontecer ou não, mas a questão aqui é… por mais que tentemos que uma coisa não aconteça, ela irá acontecer, porque o que é nosso a nós virá ou o nosso caminho é feito das nossas escolhas? E as nossas escolhas vão acabar por nós levar ao que nos está destinado? Ou vão-nos levar exatamente onde queremos ir? Que é feito do livre arbítrio? Percebem estas minhas questões?

Esta história de termos um plano para nós e viver como a Dannie vive, é possível? Ela sabia onde queria estar no emprego daqui a cinco anos. Trabalhava focada nisso. Ela sabia com que idade queria casar e tinha tudo controlado segundo o destino que ela tinha construído. Isto é possível? Ou pelo contrário, as surpresas e os acasos é que vai moldando o nosso futuro? E até mesmo quem nós somos?

Gostava de ter visto estas questões um bocadinho mais desenvolvidas no livro. Talvez num diálogo ou outro. Mas pronto façamos nós a reflexão após a leitura de “Daqui a cinco anos”, que recomendo.

==

Se pretenderem comprar este livro ou mesmo outros podem fazê-lo através do meu link de afiliados Wook. Só precisam de clicar aqui e fazer as compras normalmente, sem códigos nem nada. Não perdem nada e estão a ajudar-me.

 

 

saldos-mrec