Thirteen studio | camisola solidária

Thirteen studio | camisola solidária

Conheci o Thirteen Studio no instagram. A Carolina e a irmã, Ana, dedicam-se a bordar camisolas. E tal como os trabalhos manuais exigem, nenhuma camisola fica igual à outra. 

Fui conhecer melhor as duas criativas por trás do Thirteen Studio, um projecto que além de juntar duas irmãs aos bordados ainda se dedica a causas sociais. A Carolina e a Ana criaram as camisolas oficiais do Blogging for a Cause. As camisolas que eu, a Helena, a Joana, a Catarina e a Vânia vamos usar no dia do evento. Não estou só satisfeita, eu estou muito feliz com o resultado final e por isso vou dar-vos a conhecer melhor o trabalho destas duas mentes criativas, a Carolina (do blog Thirteen) e a irmã, Ana.

Sendo que o projecto tem como base camisolas bordadas como é que surgiu o vosso gosto pelos trabalhos manuais?

A Ana tem um talento incrível para tudo o que envolva criatividade e dedicação. No ano passado, decidiu experimentar os bordados e enviou-me, em jeito de surpresa, uma t-shirt pelo correio. Nessa altura, ela vivia em Lisboa e eu em Braga, e quando a recebi surgiu logo a ideia de criar uma coleção cápsula para o Thirteen. Recebi tantas mensagens sobre a t-shirt que achei que tinha potencial. Acabámos por transformar esta brincadeira numa marca.

Vocês têm outra ocupação digamos “principal”? Como arranjam tempo para o blog, para criarem as camisolas…para se organizarem basicamente?

Sim. Apesar do Thirteen Studio estar a correr muito bem, nenhuma de nós trabalha neste projeto a tempo inteiro. Ambas temos trabalhos full-time, a Ana como tech copywriter e eu na área do Marketing Digital. O Thirteen Studio começou por ser uma brincadeira. A palavra-chave é mesmo essa: organização. O Thirteen (o blog) e o Thirteen Studio (a marca de peças bordadas) são projetos que nos ocupam muito tempo e que exigem muita dedicação, mas que nos fazem sentir muito orgulhosas. Ambos são geridos à noite e ao fim-de-semana.

Vocês são empreendedoras. Qual é a vossa opinião sobre esta geração que pensa mais na criação do próprio emprego do que as anteriores? O que esperam vir a alcançar com este projecto?

É sempre muito engraçado quando nos perguntam isto, porque a verdade é que nós nunca pensámos muito no assunto. Não temos, pelo menos para já, o objetivo de largar o nosso trabalho full-time para nos dedicarmos ao Thirteen Studio a tempo inteiro.

Adoramos acompanhar os novos projetos que surgem e acreditamos que devemos ter um trabalho que nos realiza e que gostamos realmente de ter. Somos super defensoras desta geração de empreendedores que cria o seu próprio emprego quando o mundo empresarial não é suficientemente desafiante.

As vossas criações são únicas…o que acham que marca a diferença no vosso trabalho?

O facto do bordado ser sempre feito à mão, da forma tradicional, e a dedicação que aplicamos em cada peça. Todas as criações estão associadas a nós de alguma forma; todas têm uma história que fazemos questão de partilhar com os clientes e seguidores. Trabalhamos apenas numa peça de cada vez e cada uma delas é criada especialmente para cada encomenda. Não usamos nenhuma máquina durante o processo e produção, apenas recorremos à máquina de costura para colocar as etiquetas e fazer a dobra nas mangas quando aplicável.

Para além disto, preocupamo-nos em praticar preços justos, mas acessíveis. Não nos parecia correto trabalhar de forma elitista. Tudo tem um custo, claro, mas queríamos mesmo que mais pessoas pudessem ter acesso a peças únicas, feitas à mão. Os nossos preços variam entre os 20 e os 40 euros (apenas os pedidos personalizados são criados mediante orçamento e ultrapassam, por vezes, esses valores).

Qual foi a melhor/ mais engraçada reação que já tiveram a um trabalho?

Normalmente, as pessoas enviam-nos fotografias e vídeos das encomendas que recebem. Uma vez, recebemos um vídeo de uma cliente que comprou uma t-shirt para oferecer a uma amiga e que mostrava a reação da aniversariante no momento em que recebeu o presente do Thirteen Studio. Para além de ter sido um modelo personalizado (que será sempre único, pois não repetimos os desenhos dos pedidos especiais), ela já conhecia a marca e ficou histérica quando desembrulhou o presente. Foi MESMO uma reação de felicidade genuína. Queremos que as pessoas se sintam especiais quando vestem uma t-shirt do Thirteen Studio e estas coisas fazem-nos ver que estamos no caminho certo.

A ideia da criação de uma camisola solidária para o Blogging for a cause foi vossa. Nota-se uma preocupação pelo estado actual do mundo em que vivemos. Que mensagem gostariam de deixar às pessoas?

Eu e a Ana temos sete anos de diferença e somos muiiiito diferentes uma da outra, mas privilegiamos os mesmos valores e acreditamos que qualquer um de nós pode fazer do mundo um lugar melhor, dia após dia. Sempre fizemos voluntariado e associarmo-nos ao Blogging for a cause com uma t-shirt solidária foi uma ideia (quase) imediata. Afinal, se podemos contribuir para cinco causas tão nobres enquanto fazemos aquilo que gostamos de fazer… porque não? Todos podemos contribuir para um mundo melhor.

A camisola solidária Be Kind do Thirteen Studio reverte para o Blogging for a cause

A equipa o Blogging for a cause e a equipa do Thirteen Studio escolheram a frase Be Kind para se unirem. Está, por isso, à venda no instagram no Thirteen Studio, a camisola solidária Be Kind, tem um custo de 26,90 euros (mais portes) e 5 euros revertem para o Blogging for a cause, ou seja para as cinco instituições que estamos a ajudar. Ao comprarem esta camisola já estão a ajudar mesmo que não possam ir ao evento e isso é amor.

Se quiserem juntar-se a estas duas equipas maravilha no dia 1 de Dezembro vamos estar no maior evento solidário de sempre, no dia 1 de Dezembro, no Red Apple, no Parque das Nações e já só restam cinco bilhetes. Saibam como aqui.

thirteen studio

3 Comentários

  • As coisas dela
    12 Novembro, 2018 11:48

    Adoro este tipo de projetos, este está mesmo de parabéns! Beijinhos*

  • Green
    12 Novembro, 2018 12:39

    Muito bonita a iniciativa e as t-shirts, parabéns.

  • vania duarte
    13 Novembro, 2018 13:12

    não aguento as nossas t-shirts, olho para elas e só me apetece gritar de tão fofinhas que são 🙂

Deixe uma resposta