tempo andreiamoitablog

Não tenho escrito no blog. Não tenho lido livros. Não tenho ido ao ginásio (uma pena!). Não tenho tido tempo.

Não ter tempo é a frase do século XXI. Mas o tempo que não temos para fazer uma coisa está a ser gasto com outra coisa qualquer. Porque o facto de não ter tido tempo de ir ao ginásio nas últimas semanas (mentira, é mesmo nos últimos meses) significa que esse tempo foi passado a fazer outra coisa. O facto de não ter tido tempo de terminar o livro que estou a ler ou dar conta das revistas que tenho em cima da mesa significa que me ocupei com outra coisa qualquer. Não ter a minha novela em dia ou ter vários episódios das minhas séries atrasados quer dizer que fiz outra coisa em vez de ver.

Não tenho escrito aqui no blog com a regularidade habitual nem tenho postado no instagram. Não me tenho dedicado a escrever nem às redes sociais porque tenho estado ocupada com outras coisas. Confesso que esta é a parte que mais me custa, menos sei lidar e mais mais falta me faz.

Como me sinto quando não tenho tempo?

Claro quer não deixei de ler o meu livro de ânimo leve. Não me senti feliz por não escrever para o blog esta semana. Às vezes sinto-me frustada, impotente ansiosa e nervosa por não poder controlar isto e aponto-me falhas. Mas depois acalmo-me e percebo sou só eu a gerir prioridades. Palmas para mim em vez de chibatadas. E quando dá para ler leio, quando dá para sentar a ver a novela sento-me e quando dá para escrever, escrevo e se não o fizer não vem mal ao mundo. Preciso respeitar isto para me respeitar a mim e ao tal do tempo.

Sou pouco tolerante comigo. Quero ir a todo o lado. Não me perdoo quando falto onde queria ter estado presente. Mas por outro lado tenho consciência de que se trata de respeitar o tempo e principalmente a falta dele. Trata-se de saber o que está no princípio e no fim da linha. Trata-se de ir dormir ao final do dia a saber que fiz tudo o que consegui sem me atacar a mim própria e que respeitei as minhas escolhas.

Hoje quando em devia descansar senti muita vontade de escrever este texto e foi o que fiz. Isso e acreditar que se hoje já não deu, amanhã vai dar.