lista de países que quero visitar

É possível sentir saudades dos sítios onde (ainda) não fomos? No outro dia ouvi numa novela da globo (“O Clone” para ser mais precisa) alguém perguntar isto e depois uma pessoa respondeu que isso não podia ser. Claro que a primeira, imperturbável, respondeu “não fui na vida real porque nos meus sonhos já fui muitas vezes.” Pronto, eis a minha resposta. Igual a de uma personagem de novela. Ainda dizem que as novelas não ensinam nada. Esta já deu coisas extraordinárias: o regresso a Marrocos onde adorei estar e a visita que nunca fiz ao pagode do Rio de Janeiro. E aqui está o motivo deste post. As saudades dos sítios onde (ainda) não fui traduzidas numa lista de países que quero visitar.

Brasil

Há sítios onde nunca fui mas parece que já estive porque vi na televisão, porque li num livro ou ouvi uma música que me levou lá. Mas há um especial onde isto me acontece muito. Acho que é totalmente a minha vibração. E nunca fui. É o Brasil.

Quero muito conhecer o paredão. As praias. Beber água de coco. Quero conhecer as cascatas. As ruas. O Cristo. Os bares. Ouvir a música. O Rio, o Leblon, Ipanema… Sei lá, quero falar com as pessoas. Acho que eles são descontraídos e alegres. Desenrascados e simples. E muito animados. Por isso é que acho que seria um ambiente confortável para mim. Nunca tive planeado ir ao Brasil. Não sei porquê. Sempre quis ir a outros sítios primeiro, como se já conhecesse este. Uma parvoíce. Quero tanto ir. Tinha de estar no número um da minha lista de países que quero visitar.

EUA

A lista dos países que quero visitar nunca existia sem a América. Acho uma enorme falha da minha parte não conhecer e tenho esse desejo. Quero visitar Miami, a Califórnia, Los Angeles, Las Vegas… olhem tudo.

Nova Iorque

Bem, isto é um caso de amor antigo. Ao contrário do Brasil, já estive quase a marcar uma viagem a Nova Iorque por duas vezes. Troquei Nova Iorque pela Indonésia em 2019. Era um ou outro e escolhi a Ásia. Por isso, decidi que 2020 era o ano do sonho americano. E estava previsto em ir em Novembro, mas por razões óbvias não vai acontecer.

Então do que é que eu tenho saudades em Nova Iorque se ainda não fui? Do movimento. Da azafáma da rua. Das pessoas de um lado para o outro. Dos prédios altos. Das oportunidades. Da vida exuberante. De tudo o que vemos nos filmes. Imaginem: é como se eu tivesse dois lados. Um que gosta da música e da praia e outro que gosta da vida de cidade.

Route 66

Pode parecer um bocado o sonho básico de toda a gente, ou então das pessoas com quem me dou. Digam-me vocês, mas para mim fazer a Route 66 de caravana é “a cena”. Talvez seja meio hippie ou alternativo. Mas para mim é a ideia mais clara de liberdade. Considero meio improvável que aconteça (pelo menos mais improvável do que todas as outras desta lista), no entanto não deixa de ser uma ideia muito presente na minha cabeça.

Costa Almafitana, Itália

Ora bem pequena batota aqui. Eu já fui a Itália. Fui a Florença, a Veneza, Piza e Roma. Ou seja eu já sei que adoro Itália. Portanto colocar aqui a Costa Almafitana é um bocadinho batota, mas arrisco.

Quero muito conhecer Napoles, Sorrento, Pompeia, Capri, Positano, Almafi, Sardenha. E quero tanto que tenho as expectativas em alta e por isso tenho medo de me desiludir.

Grécia

Já pensei ir à Grécia várias vezes. Seja em viagem de avião ou mesmo de barco. Gostaria de conhecer Atenas porque gosto de ver civilizações antigas e clássicas. Mas depois tenho especial interesse nas ilhas de Santorini e Mikonos. Eu adoro ilhas e quanto a isso não há nada a fazer. Tenho mesmo que lá ir e tenho dito.

Ainda tinha pensado fazer lá férias este ano e a “lista de países que quero visitar” estaria agora mais curta. Mas enfim, não aconteceu.

Costa Rica

De há um tempo para cá tenho-me fixado nesta ideia. Nunca tinha pensado na Costa Rica, mas agora ando com esta na cabeça. E acho que esta viagem tem grande potencial.

La Fortuna e o vulcão, Monteverde e a floresta tropical, Tamarindo onde existem as praias mais badaladas e os restaurantes e bares da moda. Pronto, isto é que era vida para mim. É por isto que eu sonho. É por isto que incluí a Costa Rica na lista de países que quero visitar.

Brasil, Argentina e Perú

Ora bem. Eu já referi o Brasil. Eu sei. Não estou louca (para já) Mas, quando penso na Argentina e no Perú penso sempre neles dentro de um tour que teria também o Brasil incluído (só para explicar).

Acho que a Argentina tem aquele calorzinho bom, diversão, além de história. Depois o Perú tem o Machu Picchu que deve ser uma coisa imensa e que deixa a minha mente a sonhar.

Vietname Camboja e Laos

Cá está outra tour. Há muitos países que fazem sentido para mim serem visitados desta forma. Em conjunto, sabem? Estes três funcionam perfeitamente desta forma.

Já fiz outras viagens desta forma com mais distância entre os países (SingapuraMalásiaIndonésia foram feitas na mesma viagem) Aqui seria ainda mais fácil dada a proximidade territorial entre o Vietnam, o Cambodja e o Laos. Acho que estes países têm para nos oferecer uma grande riqueza cultural, o que pode contribuir para sermos melhores pessoas. A lista de países que quero visitar nunca podia ficar completa sem estes queridos da Ásia.

Rússia

Estão a ver? Eu não quero conhecer só sitios com praia. Eu gosto muito da Europa. Acho que dentro do mesmo continente temos coisas tão diferentes. E em poucas horas temos a sorte de as poder ver. História, cultura e tradições. É isso que eu acho que posso encontrar quando conhecer a Rússia. Ah, e frio. Eu não gosto de frio, mas se for a viajar não me importo tanto porque encaro isso como parte do país e da experiência, portanto meto umas collants a mais e sigo o passeio. É uma coisa meio estranha, mas é assim que funciono.

Na Rússia gostaria imenso de conhecer Moscovo e São Petersburgo e claro fazer a viagem de comboio entre ambas as cidades. Um clássico.

Austrália

Muita gente tem medo de ir à Austrália. Eu não tenho receio de visitar nenhum país. Isso é estranho. Não sinto medo do desconhecido a esse nível. Posso ter medo de outras coisas por não saber o que vai acontecer mas não há nenhum lugar do mundo onde eu não fosse por ter medo.

A Austrália é um sítio onde eu tenho vontade de ir pela diferença e pela diversidade. Pela inteligência e pela civilização.

Japão

Não acham que isto deve ser o maior choque cultural de sempre? O que mais me fascina em viagem é precisamente esta sensação. Senti as diferenças primeiro em Marrocos e depois na Tailândia (foi aí que soube que ficaria apaixonada pela Ásia para sempre. Portanto, tenho muita curiosidade pela culrura do Japão. E mais do que ver as cidades quero ver a organização, os hábitos e tudo aquilo que achamos que sabemos.

A lista de países que queri visitar nunca acaba

Há imensos outros sítios onde gostaria de ir. A minha lista de lugares a visitar no mundo é como a dos livros que quero ler. Nunca acaba. Além destes também quero conhecer a Bélgica e a Irlanda (que aliás estavam marcadas este ano e foram desmarcadas) a Croácia, Malta e as Maldivas (eu adoro um bom paraíso e apesar de não ter muito mais que fazer do que admirar mar azul eu ficaria imensamente feliz).

Recentemente participei a Catarina, do blog Mundo Indefinido convidou-me para participar num episódio do seu podcast de viagens, foi super interessante e divertida esta conversa. Se quiserem ouvir podem ir diretamente aqui.

A lista de países que quero visitar é um desafio que gostava de vos colocar. Era giro que também vocês fizessem este exercício. Deixem-me nos comentários ou se tiverem um blog tentem também escrever um texto deste género e convidem-me para ir lá ver.